ASPECTOS DEFINICIONAIS EM BLUTEAU, MORAES E AURÉLIO E EM NARRATIVAS ORAIS CATALANAS: CONVERGÊNCIAS E DIVERGÊNCIAS DOI: 10.5216/lep.v14il.23972

Autores

  • Vanessa Regina Duarte XAVIER Universidade de São Paulo

Resumo

Este estudo examina os itens lexicais mais representativos da fauna e da flora goianas, inventariados em narrativas orais catalanas, disponíveis em Paula (2007). Para tanto, procedemos ao cotejo da tipologia da definição dos itens e da sua composição nos dicionários de Bluteau (1712-1728), Moraes (1813) e Aurélio (2004), no intuito de apontar as convergências e divergências entre as definições lexicográficas dos lexemas e as descrições feitas nas narrativas referidas.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vanessa Regina Duarte XAVIER, Universidade de São Paulo

Mestranda em Filologia e Língua Portuguesa, pela Universidade de São Paulo-USP, sob a orientação do Prof. Dr. Heitor Megale e bolsista FAPESP.

 

Downloads

Publicado

2015-03-09

Como Citar

XAVIER, V. R. D. ASPECTOS DEFINICIONAIS EM BLUTEAU, MORAES E AURÉLIO E EM NARRATIVAS ORAIS CATALANAS: CONVERGÊNCIAS E DIVERGÊNCIAS DOI: 10.5216/lep.v14il.23972. Linguagem: Estudos e Pesquisas, Goiânia, v. 14, n. 1, 2015. Disponível em: https://revistas.ufg.br/lep/article/view/34371. Acesso em: 6 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos