O IMAGINÁRIO DO OBSERVADOR: MITO E CULTURA NA FICÇÃO ETNOGRÁFICA E NA OBRA CIENTÍFICOANTROPOLÓGICA DOI: 10.5216/lep.v14il.23966

Autores

  • Juliana Vittorazze SCHRODEN Universidade Federal de Uberlândia

Resumo

Este trabalho pretende investigar a relação da narração ficcional presente no romance etnográfico – por meio da análise de Nove Noites, de Bernardo Carvalho (2006) – e no romance indianista de Mario Vargas Llosa (1988), O Falador. Com os aspectos etnográficos da obra antropológica Argonautas do Pacífico Ocidental, de Branislaw Malinowski (1976). Esta relação é estabelecida, em alguns momentos, por meio de reafirmação de mitos e em outros pelas rupturas com esses mesmos mitos tendo por objeto o imaginário do observador.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliana Vittorazze SCHRODEN, Universidade Federal de Uberlândia

Mestrado em Teoria Literária pela Universidade Federal de Uberlândia. Bolsista CAPES.

Downloads

Publicado

2015-03-09

Como Citar

SCHRODEN, J. V. O IMAGINÁRIO DO OBSERVADOR: MITO E CULTURA NA FICÇÃO ETNOGRÁFICA E NA OBRA CIENTÍFICOANTROPOLÓGICA DOI: 10.5216/lep.v14il.23966. Linguagem: Estudos e Pesquisas, Goiânia, v. 14, n. 1, 2015. Disponível em: https://revistas.ufg.br/lep/article/view/34363. Acesso em: 6 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos