Notícias

  • Prorrogação de chamada - LINGUAGEM: Estudos e Pesquisas, vol. 25, n. 2

    06-12-2021

    Dossiê temático: Desafios da formação docente em tempos de incertezas: resistência, transgressão, luta e transformação.

    Vivemos tempos sombrios, marcados por incertezas e descontentamentos em diferentes âmbitos: político, econômico e social. No que tange à educação, sofremos com os cortes de orçamentos públicos e atrasos nos pagamentos de verbas destinadas à importantes programas de formação inicial e continuada de professores, a saber: Residência Pedagógica (RP) e Programa institucional de Iniciação à Docência (PIBID). Nesse contexto de escassez de recursos e políticas de ataques às universidades públicas, precisamos nos fortalecer ainda mais no campo da produção científica e formação docente, uma vez que a escola e a universidade se configuram como importante lócus de reflexão conjunta, pesquisa e transformação social. E é nesse cenário que Nóvoa1 (2019, p. 7) defende a importância de vincular a formação e a profissão, oportunizando a integração entre professores, universidade e escola, a partir do trabalho em equipe e o desenvolvimento de reflexões conjuntas sobre a realidade partilhada. Como práticas formativas que possibilitam a vivência do fazer pedagógico, pautadas no desenvolvimento de ações pensadas conjuntamente entre os docentes das licenciaturas, professores das escolas e licenciandos, destacam-se a RP, o PIBID e o Estágio Curricular Obrigatório na graduação, além do Estágio Docência específicos para alunos de programas de pós-graduação. Nesse sentido, o presente dossiê procura contribuir como um lugar de interlocução acerca da formação docente em linguagens, em especial, no que concerne à contribuição da RP, do PIBID e dos Estágios neste processo formativo.

    Se de um lado a prática docente para atuação na Educação Básica vem exigindo de gestores, professores e formandos olhar atento às mudanças de legislação e, sobretudo, aos desafios hodiernos de ser docente, por outro lado, os cenários da identidade de ser docente não podem prescindir de uma compreensão histórica da profissão no Brasil (e em outros espaços). Métodos, práticas, materiais, arcabouços teórico-metodológicos, sujeitos da aprendência (alunos e todos os envolvidos nos espaços educativos), regramento legal, especificidades dos contextos dos sujeitos são questões que podem ser contempladas nos artigos submetidos ao presente dossiê.

    Além de receber propostas de artigos (não serão aceitos relatos de experiência ou relatórios) circunscritos à temática do dossiê, a presente chamada acolhe textos de temática livre, desde que contemplem estudos e pesquisas em linguagem. Normas de submissão estão disponíveis em: https://revistas.ufg.br/lep/about/submissions.

    Todas as submissões devem ser feitas exclusivamente pelo e-mail: revistalinguagem@gmail.com como novo prazo para até dia 12/12/2021. Submissões feitas na plataforma do Portal de revistas ou depois desta data não serão consideradas.

    Saiba mais sobre Prorrogação de chamada - LINGUAGEM: Estudos e Pesquisas, vol. 25, n. 2
  • Chamada para publicação – LINGUAGEM: Estudos e Pesquisas, vol. 25, n. 2

    03-11-2021

    Dossiê temático: Desafios da formação docente em tempos de incertezas: resistência, transgressão, luta e transformação.

    Vivemos tempos sombrios, marcados por incertezas e descontentamentos em diferentes âmbitos: político, econômico e social. No que tange à educação, sofremos com os cortes de orçamentos públicos e atrasos nos pagamentos de verbas destinadas à importantes programas de formação inicial e continuada de professores, a saber: Residência Pedagógica (RP) e Programa institucional de Iniciação à Docência (PIBID). Nesse contexto de escassez de recursos e políticas de ataques às universidades públicas, precisamos nos fortalecer ainda mais no campo da produção científica e formação docente, uma vez que a escola e a universidade se configuram como importante lócus de reflexão conjunta, pesquisa e transformação social. E é nesse cenário que Nóvoa1 (2019, p. 7) defende a importância de vincular a formação e a profissão, oportunizando a integração entre professores, universidade e escola, a partir do trabalho em equipe e o desenvolvimento de reflexões conjuntas sobre a realidade partilhada. Como práticas formativas que possibilitam a vivência do fazer pedagógico, pautadas no desenvolvimento de ações pensadas conjuntamente entre os docentes das licenciaturas, professores das escolas e licenciandos, destacam-se a RP, o PIBID e o Estágio Curricular Obrigatório na graduação, além do Estágio Docência específicos para alunos de programas de pós-graduação. Nesse sentido, o presente dossiê procura contribuir como um lugar de interlocução acerca da formação docente em linguagens, em especial, no que concerne à contribuição da RP, do PIBID e dos Estágios neste processo formativo.

    Se de um lado a prática docente para atuação na Educação Básica vem exigindo de gestores, professores e formandos olhar atento às mudanças de legislação e, sobretudo, aos desafios hodiernos de ser docente, por outro lado, os cenários da identidade de ser docente não podem prescindir de uma compreensão histórica da profissão no Brasil (e em outros espaços). Métodos, práticas, materiais, arcabouços teórico-metodológicos, sujeitos da aprendência (alunos e todos os envolvidos nos espaços educativos), regramento legal, especificidades dos contextos dos sujeitos são questões que podem ser contempladas nos artigos submetidos ao presente dossiê.

    Além de receber propostas de artigos (não serão aceitos relatos de experiência ou relatórios) circunscritos à temática do dossiê, a presente chamada acolhe textos de temática livre, desde que contemplem estudos e pesquisas em linguagem. Normas de submissão estão disponíveis em: https://revistas.ufg.br/lep/about/submissions.

    Todas as submissões devem ser feitas exclusivamente pelo e-mail: revistalinguagem@gmail.com até dia 05/12/2021. Submissões feitas na plataforma do Portal de revistas ou depois desta data não serão consideradas.

    Saiba mais sobre Chamada para publicação – LINGUAGEM: Estudos e Pesquisas, vol. 25, n. 2
  • Chamada para publicação - Linguagem: Estudos e Pesquisas, vol. 25, n. 1

    24-07-2021

    Dossiê temático: Práticas e Vivências na Educação Escolar Indígena: língua, cultura, produção de material didático e formação de professores indígenas

    Ementa: Povos originários do Brasil, por séculos, vêm enfrentando violências de toda sorte, das quais se destacam a territorial, a epistêmica e a linguística. Como os povos indígenas brasileiros organizam suas culturas e sua relação constitutiva com a natureza está assinalado no seu arcabouço linguístico, múltiplo e diverso, às vezes realizando-se o mesmo entre diferentes povos ou como diferentes sistemas linguísticos entre povos de etnias diversas. Para compreender o modo sob o qual a sociedade brasileira constrói a sua relação com as culturas e línguas dos povos originários brasileiros desde o início da colonização, em relação com as culturas, as línguas, o conhecimento ancestral e a educação escolar indígena, o dossiê “Práticas e Vivências na Educação Escolar Indígena: língua, cultura, produção de material didático e formação de professores indígenas” espera receber resenhas, ensaios, artigos originais de pesquisa que abordem possíveis temas, como: i) História das línguas indígenas brasileiras; ii) Conhecimentos ancestrais indígenas; iii)  Educação Escolar indígena; iv) Políticas de materiais didáticos para as Escolas Indígenas no Brasil; v) Experiências de produção de materiais didáticos e pedagógicos no cotidiano das escolas indígenas; vi) Atividades práticas de elaboração de materiais didáticos para as Escolas indígenas; vii) Formação de professores indígenas.

     

    Prazos: O envio do artigo deve ser feito, exclusivamente, pelo e-mail: revistalinguagem@gmail.com, conforme orientações disponíveis em submissões, até o dia 31 de agosto de 2021.

    Saiba mais sobre Chamada para publicação - Linguagem: Estudos e Pesquisas, vol. 25, n. 1
  • Chamada para publicação - Linguagem: Estudos e Pesquisas, vol. 24, n. 2

    29-04-2020

    Dossiê temático: Literatura de Autoria feminina: gênero, erotismo e interfaces

    Ementa: A presente chamada para o Dossiê Literatura de Autoria feminina: erotismo e interfaces parte do pressuposto de que as pesquisas orientadas pelo cruzamento entre os estudos literários e os estudos feministas e de gênero se encontram em ampla consolidação, oferecendo a possibilidade de múltiplas abordagens da produção literária no Brasil e no mundo. Dentre essas possibilidades, os estudos de textos eróticos e/ou pornográficos escritos por mulheres são uma vertente profícua uma vez que indicam procedimentos de ruptura com as investiduras de gênero e com o cânone instaurado sobre uma tradição fálica da literatura que explora temas sexuais. Nesse sentido, o presente dossiê acolherá trabalhos que versem sobre a expressão do erotismo (e suas modalidades amplas e correlatas) em textos literários escritos por mulheres, considerando as diversas possibilidades de representação do corpo, do desejo, das identidades de gênero e das relações eróticas no contexto da poesia, da ficção narrativa ou de outras modalidades de texto de autoria feminina. Também serão aceitos estudos que façam a aproximação da literatura com outras modalidades de arte erótica, no campo teórico-analítico mencionado nessa chamada.

    Prazos: O envio do artigo deve ser feito exclusivamente pelo site da revista, conforme orientações disponíveis em submissões, até o dia 31 de agosto de 2020.

    Saiba mais sobre Chamada para publicação - Linguagem: Estudos e Pesquisas, vol. 24, n. 2
  • Prorrogação de chamada - Linguagem: Estudos e Pesquisas, vol. 24, n. 1

    29-04-2020

    Dossiê Temático: O ensino de línguas por meio de gêneros e mediado por tecnologias digitais

    Novo prazo: O envio do artigo deve ser feito exclusivamente pelo site da revista, conforme orientações disponíveis em submissões, até o dia 30 de junho de 2020.

    Ementa: O dossiê proposto originou-se de discussões realizadas durante o processo de coordenação de um simpósio temático no X SIGET - SIMPOSIO INTERNACIONAL DE ESTUDIOS DE GÉNEROS TEXTUALES, realizado na Facultad de Lenguas, da Universidad Nacional de Córdoba (UNC), Argentina, de 16 a 18 de setembro de 2019, e tem como objetivo reunir estudos que promovam reflexões de cunho teórico-metodológico e prático sobre o ensino de línguas por meio de gêneros discursivos e mediado por tecnologias digitais. Nesse sentido, intenta agregar trabalhos que: a) tematizem as políticas institucionais de ensino de línguas no Brasil e em outros países, analisando e discutindo documentos oficiais, propostas curriculares, linhas editoriais e materiais didáticos; b) revelem propostas didáticas aplicadas, centradas no ensino de línguas por meio de gêneros e mediado por tecnologias digitais, bem como seus resultados;  c) investiguem o funcionamento da língua em um ou mais gêneros, assumindo-os como elementos centrais nos processos de ensino e aprendizagem e como forma de ação e de interação dos sujeitos nos diferentes campos de atuação humana; d) focalizem a formação de professores no tocante ao trabalho com os gêneros e as tecnologias digitais no ensino de línguas; e) evidenciem e discutam as potencialidades e dificuldades do trabalho com os gêneros e as tecnologias no ensino de línguas.

    Além dos artigos para o dossiê temático, a LINGUAGEM: Estudos e Pesquisas ainda receberá artigos para a Sessão Temática Livre, Resenhas e Entrevistas, desde que estejam no escopo dos Estudos da Linguagem.

    Saiba mais sobre Prorrogação de chamada - Linguagem: Estudos e Pesquisas, vol. 24, n. 1
  • Chamada para publicação - Linguagem: Estudos e Pesquisas, vol. 24, n. 1

    10-12-2019

    Dossiê Temático: O ensino de línguas por meio de gêneros e mediado por tecnologias digitais

    Ementa: O dossiê proposto originou-se de discussões realizadas durante o processo de coordenação de um simpósio temático no X SIGET - SIMPOSIO INTERNACIONAL DE ESTUDIOS DE GÉNEROS TEXTUALES, realizado na Facultad de Lenguas, da Universidad Nacional de Córdoba (UNC), Argentina, de 16 a 18 de setembro de 2019, e tem como objetivo reunir estudos que promovam reflexões de cunho teórico-metodológico e prático sobre o ensino de línguas por meio de gêneros discursivos e mediado por tecnologias digitais. Nesse sentido, intenta agregar trabalhos que: a) tematizem as políticas institucionais de ensino de línguas no Brasil e em outros países, analisando e discutindo documentos oficiais, propostas curriculares, linhas editoriais e materiais didáticos; b) revelem propostas didáticas aplicadas, centradas no ensino de línguas por meio de gêneros e mediado por tecnologias digitais, bem como seus resultados;  c) investiguem o funcionamento da língua em um ou mais gêneros, assumindo-os como elementos centrais nos processos de ensino e aprendizagem e como forma de ação e de interação dos sujeitos nos diferentes campos de atuação humana; d) focalizem a formação de professores no tocante ao trabalho com os gêneros e as tecnologias digitais no ensino de línguas; e) evidenciem e discutam as potencialidades e dificuldades do trabalho com os gêneros e as tecnologias no ensino de línguas.

    Além dos artigos para o dossiê temático, a LINGUAGEM: Estudos e Pesquisas ainda receberá artigos para a Sessão Temática Livre, Resenhas e Entrevistas, desde que estejam no escopo dos Estudos da Linguagem.

    Prazos: O envio do artigo deve ser feito exclusivamente pelo site da revista, conforme orientações disponíveis em submissões, até o dia 15 de março de 2020.

    Saiba mais sobre Chamada para publicação - Linguagem: Estudos e Pesquisas, vol. 24, n. 1
  • Chamada para publicação - Linguagem: Estudos e Pesquisas, vol. 23, n. 2

    19-08-2019

    Dossiê temático: Literatura contemporânea e/ou suas interfaces com outros sistemas semióticos artísticos

    Ementa: A discussão sobre a relação entre a literatura e outras artes, como a música, a pintura, o cinema, o teatro, a escultura, a arquitetura, o HQ e a fotografia etc. instaura diálogos, reflexões e discussões com outras formas de manifestações artísticas. O confronto entre o uso estético da linguagem escrita e das especificidades de outras artes sempre estiveram presentes no pensamento ocidental mas, em tempos ditos pós-modernos, ressignificam à luz do mundo globalizado.  Sob o ponto inter-relacional dos intertextos e das interações dos pontos de vista temáticos e formais, seduz leitor/espectador/ouvinte e afins constituindo uma intertextualidade pluridisciplinar. Neste dossiê da revista Linguagem: Estudos e Pesquisas, serão acolhidos artigos que apresentem esse enfoque teórico, descritivo ou experimental na área de literatura contemporânea e/ou suas interfaces com outros sistemas semióticos artísticos.

    Prazos: O envio do artigo deve ser feito exclusivamente pelo site da revista, conforme orientações disponíveis em submissões, até o dia 31 de outubro de 2019.   Saiba mais sobre Chamada para publicação - Linguagem: Estudos e Pesquisas, vol. 23, n. 2
  • Chamada para publicação - v. 23, n. 1

    14-03-2019

    Ementa: História da Língua Portuguesa em diferentes perspectivas

    Conhecer a história de um língua e de seu povo, de certa forma, também é conhecer a história de seus textos, abrangendo diferentes processos de mudanças sociais e linguísticas. O estudo do texto oral ou escrito, dessa forma, não se encerra nele mesmo. Do texto como objeto de estudo, o pesquisador passa a estabelecer relações com a sua história, seus responsavéis, a sua escrita, a sua datação, entre outros elementos. Tendo em vista a importância dos textos e do seu contexto de produção para os estudos linguísticos, a revista Linguagem: Estudos e Pesquisa está com chamada aberta para artigos resultantes de pesquisas que investigam diferentes aspectos da história da língua portuguesa, numa perspectiva multidisciplinar, com foco nos seguintes eixos: relação entre língua e texto, estrutura e funcionamento da língua, diacronia do português, historiografia dos estudos linguísticos brasileiros e portugueses, cultura material e crítica de fontes.

    Organizadores: Phablo Roberto Marchis Fachin e Maria Helena de Paula

    Prazos: O envio do artigo deve ser feito exclusivamente pelo site da revista, conforme orientações disponíveis em submissões, até o dia 31 de maio de 2019.

    Além do Dossiê temático, “Linguagem: Estudos e Pesquisas” também publica artigos de temática livre, desde que tematizem questões afetas à linguagem. Entrevistas e resenhas pertinentes ao Dossiê em questão também podem ser submetidas para avaliação.Os editores de número podem, ainda, convidar pesquisadores(as) de renomado destaque na área para a publicação de “Texto de autor(a) convidado(a)”.

    Saiba mais sobre Chamada para publicação - v. 23, n. 1
  • Prorrogado o prazo do envio de artigos para o número 01, volume 21

    21-06-2017

    Foi prorrogado para o dia 10 de julho de 2017 o prazo para o envio de artigos que serão publicados no número 01, volume 21, da Revista LINGUAGEM – Estudos e Pesquisas (ISSN 2358-1042).

    Em comemoração aos vinte anos de sua criação e em coerência à sua história de acolher temas diversos afetos aos estudos e pesquisas sobre a linguagem, em suas múltiplas dimensões e abordagens teóricas, este primeiro número de 2017 será ATEMÁTICO.
    As submissões devem ser feitas exclusivamente pelo e-mail revistalinguagem@gmail.com e obedecer às normas de publicação da revista (https://www.revistas.ufg.br/lep/about/submissions#authorGuidelines).

    Saiba mais sobre Prorrogado o prazo do envio de artigos para o número 01, volume 21
  • Chamada para publicação número 1 do volume 21

    25-04-2017
    Em comemoração aos vinte anos de sua criação, a LINGUAGEM – Estudos e Pesquisas (ISSN 2358-1042) está com chamada aberta para publicação do seu número 1, volume 21. Em coerência à sua história de acolher temas diversos afetos aos estudos e pesquisas sobre a linguagem, em suas múltiplas dimensões e abordagens teóricas, este primeiro número de 2017 será ATEMÁTICO.
    As submissões devem ser feitas exclusivamente pelo e-mail revistalinguagem@gmail.comaté 24 de junho de 2017. Obedecer às normas de publicação da revista (https://www.revistas.ufg.br/lep/about/submissions#authorGuidelines) e demonstrar contribuição para os estudos e pesquisas em linguagem são condição inicial para que a comissão editorial encaminhe o manuscrito para a avaliação cega por pares. Saiba mais sobre Chamada para publicação número 1 do volume 21