LEVANTAMENTO EPIDEMIOLÓGICO DE CÁRIE DENTÁRIA EM ESCOLARES DE GOIÂNIA-GOIÁS

Autores

  • Paulo Roberto Macedo Olinto

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpt.v2i3.22720

Resumo

O autor examinou 502 crianças de três grupos escolares da Capital do Estado de Goiás, com a finalidade de verificar a prevalência de cárie dental em crianças de 7 a 14 anos de idade. Os dados obtidos foram apresentados, com as observações julgadas necessárias, oferecendo-nos o seguinte resultado: Dentes permanentes e deciduos respectivamente — cariados 65,50% e 42,90%; obturados 18,60% e 7,00%; extraídos 5,40%; extração
indicada 10,50% e 50,10%.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

MACEDO OLINTO, P. R. LEVANTAMENTO EPIDEMIOLÓGICO DE CÁRIE DENTÁRIA EM ESCOLARES DE GOIÂNIA-GOIÁS. Revista de Patologia Tropical / Journal of Tropical Pathology, Goiânia, v. 2, n. 3, 2007. DOI: 10.5216/rpt.v2i3.22720. Disponível em: https://revistas.ufg.br/iptsp/article/view/22720. Acesso em: 19 jul. 2024.

Edição

Seção

NOTA / SHORT COMMUNICATION