PREVALÊNCIA DE HELMINTOS EM "CANIS FAMILIARIS" MUNICÍPIO DE GOIÂNIA

Autores

  • José Roberto Carneiro
  • José de Souza Freitas
  • Edson Pereira
  • Dulcinéia Maria Barbosa Campos
  • Consuelo da Veiga Jardim

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpt.v2i4.22668

Resumo

Os autores realizaram um levantamento helmintológico em 40 cães capturados em Goiânia, objetivando conhecer a prevalência, média de parasitismo e associações parasitárias ocorrentes na Região.
O A. caninum foi encontrado em 92,5% das necrópsias seguido pelo A- brasiliensis em 67,5%, o D. caninum 45%, S. hipi 22,5%, T. tanis 17,5% e o S. stercoratis 2,5%.
A ocorrência de S. lupi na área foi a mais elevada até hoje publicado no Brasil. Nos rins, bexiga, ureteres, coração, artérias, pulmões, não foram encontrados parasitos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

ROBERTO CARNEIRO, J.; DE SOUZA FREITAS, J.; PEREIRA, E.; BARBOSA CAMPOS, D. M.; DA VEIGA JARDIM, C. PREVALÊNCIA DE HELMINTOS EM "CANIS FAMILIARIS" MUNICÍPIO DE GOIÂNIA. Revista de Patologia Tropical / Journal of Tropical Pathology, Goiânia, v. 2, n. 4, 2007. DOI: 10.5216/rpt.v2i4.22668. Disponível em: https://revistas.ufg.br/iptsp/article/view/22668. Acesso em: 6 fev. 2023.

Edição

Seção

ARTIGOS ORIGINAIS / ORIGINAL ARTICLES