ELETROIMUNODIFUSÃO NO DIAGNÓSTICO DO CALAZAR COM OS ANTÍGENOS DE LEISHMANIA donovani, LEISHMANIA brasiliensis E "LEPTOMONAS pessoai" - RESULTADOS PRELIMINARES

Autores

  • William Barbosa
  • Zair Benedita Pinheiro
  • Raquel Lopes de Oliveira

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpt.v2i4.22665

Resumo

Soros de 11 pacientes de Calazar, comprovados parasitologicamente e acompanhados clinicamente, foram
estudados pela técnica de contra-imunoeletroforese com os antígenos de L. braslliensls, L. pessoai e L. donovani.
Os resultados positivos foram, respectivamente, da ordem de 90,9%, 72,7% e 96,6%. Dos soros testemunhas: (16 de doença de Chagas, 12 de Leishmaniose tegumentar, 12 de Tuberculose, 12 de Blastomicose Sul Americana e 8 de outras doenças) apenas 5, sendo 4 de Tuberculose e l de Blastomicose Sul Americana, deram reação cruzada com o antígeno de L. pessoai. O método, se revelou de grande sensibilidade e elevada especificidade além de ser muito prático e econômico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

BARBOSA, W.; BENEDITA PINHEIRO, Z.; LOPES DE OLIVEIRA, R. ELETROIMUNODIFUSÃO NO DIAGNÓSTICO DO CALAZAR COM OS ANTÍGENOS DE LEISHMANIA donovani, LEISHMANIA brasiliensis E "LEPTOMONAS pessoai" - RESULTADOS PRELIMINARES. Revista de Patologia Tropical / Journal of Tropical Pathology, Goiânia, v. 2, n. 4, 2007. DOI: 10.5216/rpt.v2i4.22665. Disponível em: https://revistas.ufg.br/iptsp/article/view/22665. Acesso em: 21 jul. 2024.

Edição

Seção

ARTIGOS ORIGINAIS / ORIGINAL ARTICLES