INQUÉRITO COPROPARAS1TOLÓGICO EM CRIANÇAS DA ZONA URBANA DO MUNICÍPIO DE BRAGANÇA PAULISTA, ESTADO DE SÃO PAULO, NO PERÍODO DE ABRIL DE 1973 A MARÇO DE 1974

Autores

  • Edson de Barros Figueira Mello
  • Milton Santos Campos
  • Flavio Luiz de Souza Junior
  • Helcias Bernardo Padua
  • Antontio Carlos Botelho
  • Alvaro Mesquita Junior

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpt.v7i1%20e%202.22189

Resumo

O resultado do inquérito coproparasitológico,de 1.418 crianças de la 15 anos, todas residentes na zonaurbana do Município de BragançaPaulista, Estado de São Paulo, demonstrouque 73,9% das crianças estavam parasitadas por helmintos ou por protozoários intestinais.Os métodos de exames de fezes empregados foram os seguintes: Willis,Baermann, Hoffman e Centrifugaçãoem Água e Éter.Os parasites helmintos e parasitos protozoários mais encontrados foramos seguintes:Trichiuris trichiura (38,9%), Ascarislumbricoides (29,6%), Aucilostomídeos(18,6%), Entamoeba toli(16,0%), Giardia lamblia (13,4%) eEndotimax nana (7,0%). A Entamoebahístolytica acusou 6,91 %.A incidência parasitária foi maior nas crianças da faixa etária de 3 a 6anos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

MELLO, E. de B. F.; CAMPOS, M. S.; SOUZA JUNIOR, F. L. de; PADUA, H. B.; BOTELHO, A. C.; MESQUITA JUNIOR, A. INQUÉRITO COPROPARAS1TOLÓGICO EM CRIANÇAS DA ZONA URBANA DO MUNICÍPIO DE BRAGANÇA PAULISTA, ESTADO DE SÃO PAULO, NO PERÍODO DE ABRIL DE 1973 A MARÇO DE 1974. Revista de Patologia Tropical / Journal of Tropical Pathology, Goiânia, v. 7, n. 1 e 2, 2007. DOI: 10.5216/rpt.v7i1 e 2.22189. Disponível em: https://revistas.ufg.br/iptsp/article/view/22189. Acesso em: 13 jul. 2024.

Edição

Seção

ARTIGOS ORIGINAIS / ORIGINAL ARTICLES