[1]
E. de F. . Alvaristo, E. M. Shimazaki, L. V. M. Viginheski, e J. Santinello, “CONTRIBUIÇÕES DO MÉTODO DE PAULO FREIRE À ALFABETIZAÇÃO DE ADULTOS CEGOS”, IA, vol. 46, nº ed.especial, p. 1114–1131, out. 2021.