A Origem do Ensino de Engenharia em Goiás

Authors

  • Rosângela Nunes Almeida de Castro Universidade Federal de Goiás

Abstract

Este artigo é resultado de uma pesquisa sócio-histórica sobre o ensino de Engenharia em Goiás. Inicialmente o textoaborda a relação do homem com a técnica e a instituição de uma forma de educação baseada na transmissão cultural.Em seguida traz o histórico das primeiras Escolas de Engenharia na Europa, Estados Unidos, no Brasil e em particularno estado de Goiás. A partir da reconstrução do processo histórico de criação da Escola de Engenharia do Brasil Central, chega-se a criação da Escola de Engenharia da Universidade Federal de Goiás (UFG), inicialmente com o curso de Engenharia Civil.

 

Palavras-chave: Educação em Engenharia, História da Engenharia, UFG.

Author Biography

Rosângela Nunes Almeida de Castro, Universidade Federal de Goiás

Professora da Escola de Engenharia Elétrica, Mecânica e de Computação da UFG, mestre em Sistemas de Energia pela UFU e doutora em educação pela PUCGO.

References

M. S. Chauí, Convite à ?loso?a. São Paulo: Ática, 2000.

A. G. Vieira e C. R. Brito, História da Engenharia Elétrica no Brasil. In: M. Vargas, Contribuições para a história da engenharia

no Brasil. São Paulo: EPUSP, 1994. 445 p.

R. A. Ullmann, A universidade medieval. 2 ed. Porto Alegre: Edipicurus, 2000.

W. A. Bazzo, Ciência, Tecnologia e sociedade: e o contexto da educação tecnológica. Florianópolis: Ed. Da UFSC, 2010.

A . Petitat, Produção da escola/produção da sociedade. Porto Alegre: Artes Médicas, 1994.

P. C. S. Telles, História da Engenharia no Brasil, Livros Técnicos e Cientí?cos Editora S.A, 1984.

JV. F. Oliveira Outros, Trajetória do estado da arte da formação em Engenharia, Arquitetura e Agronomia. v. 1: Engenharias. 1

ed. Brasília: INEP/MEC, 2010.

L. A. Cunha, “Ensino Superior e Universidade no Brasil”. In: LOPES, Eliane Marta Teixeira, et all (org.). 500 anos de educação

no Brasil. Belo Horizonte: Autêntica, 2000, pp. 151-204.

J. A. Santos, “A trajetória da educação pro?ssional”. In: LOPES, Eliane Marta Teixeira, et all (org.). 500 anos de educação no

Brasil. 5a

. Ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2000, pp. 205-224.

L. K. Kawamura, Engenheiro: trabalho e ideologia. 2a. Ed. São Paulo: Ática, 1981.

Instituto Militar de Engenharia. Da Real Academia Militar de Artilharia, Forti?cação e Desenho ao Instituto Militar de Engenha-

ria. 1999. Disponível em: http://aquarius.ime.eb.br. Acesso em: 10 ago 2010.

J. B. Laudares, E. L. Paixão, A. R. Vigianno, O ensino de engenharia e a formação do engenheiro: contribuição do Programa de

mestrado em tecnologia do cefet-mg – educação tecnológica. Revista de Ensino de Engenharia, v. 27, n. 1, p. 8- 16, 2008 – ISSN

-5001.

R. N. A. Castro, A engenharia elétrica na Universidade Federal de Goiás: reconstrução histórica do curso (1948 – 2012). Goiânia,

Programa de Pós-Graduação em Educação da Pontifícia Universidade Católica de Goiás, 2013. [Tese de Doutorado].

A. A. Abreu (coord.) Dicionário Histórico Biográ?co Brasileiro pós-1930. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2001.

H. E.Reis; [et. al.]. Universidade Federal de Goiás: imagens e memórias (1960-1964). Goiânia: Associação dos Arquivistas

Brasileiros, 2010.

J. M. Baldino, Ensino superior em Goiás em tempos de euforia: da desordem aparente à expansão ocorrida na década de 80.

Goiânia, Faculdade de Educação da Universidade Federal de Goiás, 1991. [Dissertação de Mestrado].

Diário O?cial do Estado de Goiás no. 5.575 de 11/11/1948. Publica a Lei no 192, de 20 de outubro de 1948, criação da Univer-

sidade do Brasil Central. Goiânia, 1948.

I. B. Nascimento, Um pouco da história da engenharia e do planejamento administrativo em Goiás: depoimento [Maio, 2003].

Goiânia: Revista da Adufg, no. 10, Maio de 2003. Entrevista concedida a Tereza Cristina Costa, com a participação dos profes-

sores Reginaldo Nassar Ferreira e Lourival Pereira Nunes.

P. Bourdieu, O poder simbólico. Trad. Fernando Tomaz. 14a

. Ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2010, 311p.

Ata da Assembléia Geral Extraordinária da Criação da Fundação Escola de Engenharia do Brasil Central (13/09/1952).

P. Bonnewitz, Primeiras lições sobre a sociologia de P. Bourdieu. Petrópolis, RJ: Vozes, 2003.

O. F. Castro, Pequena contribuição para a história da Escola de Engenharia do Brasil Central, 2a

. Ed., Goiânia, 1980.

O. F. Castro, Escola de Engenharia da UFG: depoimento [4 de julho de 2005 e 16 de novembro de 2005]. Goiânia: Universidade

Federal de Goiás: imagens e memórias (1960-1964). Entrevista concedida a Heloísa Esser dos Santos.

J. D. Guimarães, Um ícone da engenharia. Goiânia: Clube de notícias, Ano XIV, no. 289. Entrevista concedida a Eduardo Rocha.

Agosto/Setembro, 2010, pp. 4-6.

P. Bourdieu, Contrafogos: táticas para enfrentar a invasão neoliberal. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1998. 151 p.

Published

02-06-2014