FOCOS DE CALOR NA MICRORREGIÃO DO SALGADO PARAENSE: análise multitemporal dos municípios de Marapanim, Maracanã e Magalhães Barata-PA

Autores

Resumo

As queimadas representam uma problemática crescente na Amazônia. Desta forma, objetiva-se analisar a distribuição dos focos de calor dos municípios de Marapanim, Maracanã e Magalhães Barata, anos 2000, 2010 e 2019, conforme os diferentes tipos de uso e cobertura da terra.  A metodologia foi dividida em três etapas: Levantamento bibliográfico e cartográfico da área de estudo; Compilação dos dados obtidos no Banco de Dados de Queimadas, desenvolvido pelo INPE; Utilização dos Dados MapBiomas, através de análise temporal para os municípios. Após a tabulação dos dados, foram identificados 1.356 focos para o recorte temporal estabelecido. Observou-se que Maracanã obteve maior ocorrência, associado à intensificação de ações antrópicas que resultam da expansão da pastagem e agropecuária. A análise de Kernel reforça a distribuição espacial das manchas de calor que se disseminam das áreas de borda para regiões mais centrais dos municípios. Ao considerar os usos e cobertura da terra, evidencia-se a redução da classe de floresta natural e a expansão das áreas de pastagens. Contudo, a partir dos dados obtidos, constatou-se que as áreas das Reservas Extrativistas (Resex) desempenham um papel fundamental para a região, visto que corroboram para manutenção da biodiversidade, sobrevivência e reprodução cultural das comunidades tradicionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Arquivos adicionais

Publicado

2022-06-25

Como Citar

SANTOS QUARESMA, M. de N.; CORRÊA SANTOS, V. .; DA SILVA SOBRERO, J. .; DA SILVA PIMENTEL, M. A. . FOCOS DE CALOR NA MICRORREGIÃO DO SALGADO PARAENSE: análise multitemporal dos municípios de Marapanim, Maracanã e Magalhães Barata-PA. Geoambiente On-line, Goiânia, n. 42, 2022. Disponível em: https://revistas.ufg.br/geoambiente/article/view/70184. Acesso em: 5 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos