CONTRIBUIÇÃO AO BIOMONITORAMENTO DO RIO JACARÉ GUAÇU-SP POR MEIO DE INDICADORES MACROINVERTEBRADOS AQUÁTICOS

Autores

  • Fernando Frigo Universidade de Araraquara
  • Nemésio Neves Batista Salvador Universidade de Araraquara
  • Guilherme Rossi Gorni Universidade de Araraquara

DOI:

https://doi.org/10.5216/revgeoamb.v0i35.58752

Resumo

Os objetivos do presente trabalho foram verificar as respostas das comunidades de macroinvertebrados aquáticos em relação à qualidade físico-química da água no rio Jacaré Guaçu-SP e promover informações que contribuam com a importância da utilização de macroinvertabrados como bioindicadores. Os parâmetros físico-químicos da água foram determinados utilizando-se de sonda analítica multiparâmetros e as amostras de macroinvertebrados foram obtidas a partir do uso do método de arraste no sedimento. Foram realizadas várias determinações de índices e métricas bióticas e de diversidade. Os resultados corroboram o importante papel dos macroinvertebrados aquáticos como bioindicadores da qualidade de corpos d’água e os vários índices bióticos e de diversidade utilizados demonstraram ser ferramentas importantes para a compreensão da estrutura das comunidades de macroinvertebrados e a qualidade da água.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nemésio Neves Batista Salvador, Universidade de Araraquara

Possui graduação em Engenharia Civil pela Universidade de Brasília (1974), mestrado em Engenharia Hidráulica e Saneamento pela Escola de Engenharia de São Carlos (1979), doutorado em Engenharia Hidráulica e Saneamento pela Escola de Engenharia de São Carlos (1990) e pós-doutorado em Avaliação de Impactos Ambientais pela Oxford Brookes University (1998). Foi Professor Titular da Universidade Federal de São Carlos e atualmente é Professor Voluntário da Universidade Federal de São Carlos e Docente junto ao seu Programa de Pós-Graduação em Engenharia Urbana. Atua também como Professor visitante junto ao Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil da Universidade Federal de Uberlândia, na condição de bolsista Pesquisador Visitante Nacional Sênior da CAPES. Professor colaborador junto ao Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente do Centro Universitário de Araraquara. É Consultor da área de Ciências Ambientais da CAPES e assessor científico do CNPq e da FAPESP. Tem experiência na área de Engenharia Sanitária e Ambiental, atuando principalmente nos seguintes temas: meio ambiente, gestão ambiental, avaliação de impactos ambientais, controle de poluição, resíduos líquidos, tratamento de esgotos e recursos hídricos

Guilherme Rossi Gorni, Universidade de Araraquara

É bacharel e licenciado em Ciências Biológicas pela Universidade de Araraquara (2004), tem Mestrado em Ciências Biológicas (Comportamento e Biologia Animal) pela Universidade Federal de Juiz de Fora (2007), Doutorado em Ciências Biológicas (Zoologia) pela UNESP - Rio Claro (2010), e Pós Doutorado em Engenharia Hidráulica e Saneamento pela EESC - USP (2017). Tem experiência nas áreas de Zoologia aplicada e Ecologia, com ênfase no monitoramento de ecossistemas aquáticos utilizando comunidades de Oligochaeta, Ecotoxicologia e análise de interações tróficas.

Arquivos adicionais

Publicado

2019-12-20

Como Citar

FRIGO, F.; SALVADOR, N. N. B.; GORNI, G. R. CONTRIBUIÇÃO AO BIOMONITORAMENTO DO RIO JACARÉ GUAÇU-SP POR MEIO DE INDICADORES MACROINVERTEBRADOS AQUÁTICOS. Geoambiente On-line, Goiânia, n. 35, p. 142–162, 2019. DOI: 10.5216/revgeoamb.v0i35.58752. Disponível em: https://revistas.ufg.br/geoambiente/article/view/58752. Acesso em: 3 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos