COBERTURA FLORESTAL REMANESCENTE DAS PROPRIEDADES RURAIS DO MUNICÍPIO DE JATAÍ – GO INSCRITAS NO CADASTRO AMBIENTAL RURAL

Autores

  • Tatiele Alecrim de Morais Menezes UFG/REJ - CIAGRA
  • Daniela Pereira Dias UFG/REJ - CIAGRA

DOI:

https://doi.org/10.5216/revgeoamb.v0i35.58499

Resumo

O objetivo deste estudo foi determinar, por meio dos dados declarados pelos proprietários no Cadastro Ambiental Rural, a cobertura florestal remanescente dos imóveis rurais de Jataí – GO. Foram avaliadas a área e o número de imóveis cadastrados, o perfil dos imóveis quanto ao número de módulos fiscais e ao tamanho, e calculado o índice de Gini. Foi quantificado: a área de preservação permanente (APP), reserva legal (RL), uso consolidado, uso restrito e servidão administrativa; e calculado a partir do remanescente vegetal nativo (RVN): a RL existente, a ser regularizada, a ser recomposta e compensada, bem como a APP existente e a RVN excedente dos imóveis. Dos 2369 imóveis rurais estudados, 58,54% apresentam menos de 4 módulos fiscais (MF). Os imóveis com mais de 10 MF representam 68,44% da área total. O índice de Gini de Jataí foi de 0,60. A maioria dos imóveis (57,62%) possuem 20% de sua área destinada à RL. A RL a ser recomposta corresponde a 23.915,10 ha. O RVN representou 21,13% da área total, podendo aumentar se houver regularização dos imóveis. O RVN excedente foi de 38.820,77 ha. Este diagnóstico pode ser útil para o planejamento ambiental e agrícola de Jataí.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Arquivos adicionais

Publicado

2019-12-28

Como Citar

MENEZES, T. A. de M.; DIAS, D. P. COBERTURA FLORESTAL REMANESCENTE DAS PROPRIEDADES RURAIS DO MUNICÍPIO DE JATAÍ – GO INSCRITAS NO CADASTRO AMBIENTAL RURAL. Geoambiente On-line, Goiânia, n. 35, p. 250–270, 2019. DOI: 10.5216/revgeoamb.v0i35.58499. Disponível em: https://revistas.ufg.br/geoambiente/article/view/58499. Acesso em: 28 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos