POTENCIAL CLIMÁTICO VITIVINICOLA PARA A REGIÃO DO POLO REGIONAL LESTE PAULISTA

  • Mário José Pedro Júnior Instituto Agronômico de Campinas - IAC Centro de Solos e Recursos Ambientais Bolsista do CNPq (Processo 302162/2016-0)
  • José Luiz Hernandes Instituto Agronômico de Campinas - IAC Centro de Frutas
  • Jorge Alcântara Espíndola Cardoso Instituto Agronômico de Campinas - IAC
  • Jener Fernando Leite de Moraes Instituto Agronômico de Campinas - IAC Centro de Solos e Recursos Ambientais

Resumo

O sistema geovitícola de Classificação Climática Multicritério (CCM), baseado nos índices climáticos: Índice Heliotérmico (IH); Índice de Frio Noturno (IF) e Índice de Seca (IS), foi utilizado para identificar o potencial climático para produção de uvas viníferas e regionalizar a vitivinicultura na região do Polo Regional Leste Paulista. Nas safras de verão (setembro a fevereiro) e de inverno (março a agosto) verificou-se que o IS classificou a região como sendo de clima úmido. A CCM permitiu verificar que a condição climática durante a safra de inverno indica potencial vitivinícola mais adequado em comparação às da safra de verão. Para a safra de inverno, as classificações da CCM: IH-1/IF+2/IS-2; IH-2/IF+2/IS-2 e IH-3/IF+2/IS-2 são encontradas em áreas com maior altitude (acima de 980m) com IH inferior a 2100 unidades, como observado nas encostas da Serra da Mantiqueira, sendo similares às encontradas em tradicionais regiões produtoras de vinho fino na Europa. As classificações encontradas: IH+2/IF+1/IS-2 e IH+1/IF+1/IS-2 ocorrem em regiões de menor altitude (abaixo de 980 m) com IH superior a 2100 unidades e estão localizadas a oeste da região de estudo

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mário José Pedro Júnior, Instituto Agronômico de Campinas - IAC Centro de Solos e Recursos Ambientais Bolsista do CNPq (Processo 302162/2016-0)
Graduado em Engenharia Agronômica pela ESALQ da Universidade de São Paulo (1972), Mestrado em Solos e Nutrição de Plantas pela ESALQ-USP (1977) e PhD (Doutor) em Agrometeorologia pela Univeristy of Guelph-Canada (1980). Pesquisador do Instituto Agronômico de Campinas, revisor de cinco revistas especializadas. Com experiência na área de Agrometeorologia e Climatologia Agrícola, atuando em viticultura nos seguintes temas: cultivo protegido, sistemas de condução, microclima e zoneamento climático
José Luiz Hernandes, Instituto Agronômico de Campinas - IAC Centro de Frutas
Técnico em Agropecuária, formado pela ETAESG Benedicto Storani de Jundiaí (1987), graduado em Ciências com Habilitação Plena em Biologia pela Faculdade de Ciências e Letras Padre Anchieta (1998) e mestrado em Agricultura Tropical e Subtropical pelo Instituto Agronômico de Campinas (2001). Em 2006 realizou o Curso Superior de Especialização em Viticultura e Enologia em Climas Quentes pelo Instituto de Formação Agrária e Pesqueira (CONSELHO DE INOVAÇÃO, CIÊNCIA E EMPRESA) da Junta de Andaluzia, no Centro de Pesquisa e Formação Agrária RANCHO DE LA MERCED em Jerez de la Fronteira, Espanha. Atualmente é Pesquisador Científico do Instituto Agronômico de Campinas. Tem experiência na área de Fitotecnia, com ênfase em Vitivinicultura, atuando principalmente nos seguintes temas: microclima, fitossanidade, propagação, sistemas de condução, cultivo protegido, variedades de videira para mesa e indústria e vinificação artesanal.
Jorge Alcântara Espíndola Cardoso, Instituto Agronômico de Campinas - IAC
Engenheiro Agronomo, luno do Curso de Pós Graduação em Agricultura tropical e Subtropical em nível de Mestrado, especialista em sistemas de informação geográfica
Jener Fernando Leite de Moraes, Instituto Agronômico de Campinas - IAC Centro de Solos e Recursos Ambientais
Possui graduação em Engenharia Agronômica pela Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita- UNESP (1988), mestrado e Doutorado em Ciências, pelo Centro de Energia Nuclear na Agricultura, CENA/USP (1995). Atualmente é Pesquisador Científico do Instituto Agronômico e professor do curso de Mestrado e Doutorado em Agricultura Tropical e Sub-tropical, do mesmo Instituto, onde é responsável pela disciplina de Geoprocessamento e Planejamento Agroambiental. Realizou cursos de aperfeiçoamento em banco de dados e sensoriamento remoto na França e Estados Unidos. Tem experiência na área de Geoprocessamento, com ênfase em Diagnóstico do Meio Fisico e Planejamento Agroambiental de Bacias Hidrográficas, atuando principalmente nos seguintes temas: agricultura e meio ambiente, zoneamentos e modelagem hidrológica e de produção de sedimentos

Referências

ASTOLPHO, F.; CAMARGO, M. B. P.; PEDRO JÚNIOR, M.J.; PALLONE FILHO, W. J.; BARDIN, L. Regionalização de riscos de ocorrência de temperaturas mínimas absolutas anuais para o Estado de São Paulo com base em modelos probabilísticos e digitais de elevação. Bragantia, v.64, n.1, p.139-148, 2005.

BARDIN-CAMPAROTTO, L.; PEDRO JÚNIOR, M. J.; BLAIN, G. C.; HERNANDES, J. L. Sistema Geovitícola para produção de uvas para vinho na região do Circuito das Frutas-SP. Revista Brasileira de Fruticultura, v.36, n. 4, p. 900-908, 2014.

BRIXNER, G. F.; SCHÖFFEL, E. R.; LAGO, I.; RADÜNZ, A. L.; KRÜGER, A. P. Risco de geada e duração dos subperíodos fenológicos da ‘Cabernet Sauvignon’ na região da Campanha. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.18, n.2, p.217–224, 2014.

CARAMORI, P. H.; CAVIGLIONE, J. H.; HERTER, F. G.; HAUAGE, R.; GONÇALVES, S. L.; CITADIN, I.; SILVA, W. Zoneamento agroclimático para o pessegueiro e a nectarineira no estado do Paraná. Revista Brasileira de Fruticultura, v.30, p.1040- 1044, 2008.

CONCEIÇÃO, M. A. F.; ARAÚJO, W. F.; TONIETTO, J.; PRADO, R. J. Aptidão climática para o cultivo da videira em Boa Vista, Roraima. Revista Agro@mbiente, v.7, n.3, p.277-283, 2013.

FAVERO, A.C., AMORIM, D.A., MOTA, R.V., SOARES, A.M., SOUZA, C.R., REGINA, M.A. Double-pruning of ‘Syrah’ grapevines: a management strategy to harvest wine grapes during the winter in the Brazilian Southeast. Vitis, v.50, p.151-158, 2011.

GOBBATO, C. Manual do vitivinicultor brasileiro. 4. ed. Porto Alegre: Globo, 1940.

IRIMIA, L.; PATRICHE, C.V.; QUÉNOL, H. Viticultural zoning: a comparative study regarding the accuracy of different approaches in vineyards climate suitability assessment. Cercetári Agronomice in Moldova, v.XLVI, n. 3, p. 95-106, 2013.

JONES, G.V. Climate, Grapes, and Wine: Structure and Suitability in a Changing Climate. ISHS Acta Horticulturae, 931. p 19-28, 2012.

KISHINO, A. Y.; CARAMORI, P. H. Fatores climáticos e o desenvolvimento da videira. In: KISHINO, A. Y; CARVALHO, S. L. C.; ROBERTO, S.R. Viticultura Tropical: o sistema de produção no Paraná. Londrina: IAPAR, 2007. p- 59- 86.

MANDELLI, F.; MIELE, A.; TONIETTO, J. Uva em clima temperado. In: Agrometeorologia dos cultivos: o fator meteorológico na produção agrícola. J.E.B.A. Monteiro (Organizador). INMET, Brasília, p. 519-530, 2009.

MARIN, F. R.; ASSAD, M. L. L.; PACHECO, L. R. F.; PILAU, F. G.; PINTO, H. S.; CONCEIÇÃO, M. A. F.; TONIETTO, J.; MANDELLI, F. Potencial de clima e solo para a viticultura, no estado de São Paulo. Revista Brasileira de Agrometeorologia, v.16, n.2, p.163-174, 2008.

MESTERHÁZY, I.; MÉSZÁROS, R.; PONGRÁEZ, R. The effects of climate on grape production in Hungary. Idöjárás, Quarterly Journal of the Hungarian Meteorological Service, v. 118, n. 3, p. 193-206, 2014.

MOTA, R. V.; SILVA, C. P. C. S.; FAVERO, A. C.; PURGATTO, E.; SHIGA, T. M.; REGINA, M.A. Composição físico-química de uvas para vinho fino em ciclos de verão e inverno. Revista Brasileira de Fruticultura, v.32, n.4, p.1127-1137, 2010.

PEDRO JÚNIOR, M. J.; HERNANDES, J. L.; BLAIN, G. C.; BARDIN-CAMPAROTTO, L. Produtividade, fenologia e maturação da ‘Cabernet Sauvignon’ para diferentes épocas de poda. Ciência e Técnica Vitivinícola, v.29, n.1, p.9-15, 2014a.

PEDRO JÚNIOR, M. J.; HERNANDES, J. L.; BLAIN, G. C.; BARDIN-CAMPAROTTO, L. Fenologia, produção e evolução da curva de maturação da videira ‘Cabernet Franc’ cultivada em clima úmido. Revista Brasileira de Viticultura e Enologia, Revista Brasileira de Viticultura e Enologia, n.6, p.8-15, 2014b.

PEDRO JÚNIOR, M. J.; HERNANDES, J. L. Produtividade e características físico-químicas da Syrah sustentada em Y durante safra de inverno. Revista Brasileira de Viticultura e Enologia, n. 9, p.34-41, 2017.

PEDRO JÚNIOR, M. J.; HERNANDES, J. L.; BARDIN-CAMPAROTTO, L.; BLAIN, G. C. Plant parameters and must composition of ‘Syrah’ grapevine cultivated under sequential summer and winter growing seasons. Bragantia, v.76, n.2, p.345-351, 2017.

POMMER, C. V.; MENDES, L. S.; HESPANHOVIANA, L.; BRESSAN-SMITH, R. Potencial climático para a produção de uvas em Campos dos Goytacazes, região norte fluminense. Revista Brasileira de Fruticultura, v.31, n.4, p.1076-1083, 2009.

REGINA, M. A., MOTA, R. V., FAVERO, A. C., SHIGA, T. M., SILVA, L. H. J., SOUZA, W. C., NOVELLI, F. A. D.; SOUZA, C. R. Caracterização físico-química de uvas viníferas cultivadas em regime de dupla poda no nordeste do estado de São Paulo. Revista Brasileira de Viticultura e Enologia, n.3, 84-92, 2011.

REGINA, M. A.; CARMO, E. L.; FONSECA, A. R.; PURGATTO, E.; SHIGA, T. M.; LAJOLO, F. M.; RIBEIRO, A. P.; MOTA, R. V. Influência da altitude na qualidade das uvas ‘Chardonnay’ e ‘Pinot Noir’ em Minas Gerais. Revista Brasileira de Fruticultura, v.32, n.1, p.143-150, 2010.

RICCE, W. da S.; ROBERTO, S. R.; TONIETTO, J.; CARAMORI, P. H. Agroclimatic zoning for winemaking grape production in the State of Paraná. Agronomy Science and Biotechnology, v. 4, n. 1, p. 14 - 21, 2018.

SANTOS, A. O.; HERNANDES, J. L.; PEDRO JÚNIOR, M. J.; ROLIM, G. S. Parâmetros fitotécnicos e condições microclimáticas para videira vinífera conduzida sob dupla poda sequencial. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.15, n.12, p.1251-1256, 2011.

TONIETTO, J.; CARBONNEAU, A. Análise mundial do clima das regiões vitícolas e de sua influência sobre a tipicidade dos vinhos: a posição da viticultura brasileira comparada a 100 regiões em 30 países. In: IX CONGRESSO BRASILEIRO DE VITICULTURA E ENOLOGIA, 9, Bento Gonçalves, 1999. Anais... Bento Gonçalves: Embrapa Uva e Vinho, 1999, p. 75-90.

TONIETTO, J.; CARBONNEAU, A. A multicriteria climatic classification system for grape-growing regions worldwide. Agricultural and Forest Meteorology, v.124, n.1/2, p.81-97, 2004.

TONIETTO, J.; MANDELLI, F.; ZANUS, M.C.; GUERRA, C.C.; PEREIRA, G.E. O clima das regiões produtoras de uvas de vinho fino do Brasil. In: TONIETTO, J.; RUIZ, V. S.; GÓMEZ-MIGUEL, V. D. Clima, zonificación y tipicidade del vino em regiones vitivinícolas iberoamericanas. Madrid: CYTED, p. 113-145, 2012.

TONIETTO, J.; VIANELLO, R. L.; REGINA, M. A. Caracterização macroclimática e potencial enológico de diferentes regiões com vocação vitícola em Minas Gerais. Informe Agropecuário, v.27, n.234, p.32-55, 2006.

Publicado
01-07-2019
Como Citar
Pedro Júnior, M., Hernandes, J., Cardoso, J., & Moraes, J. (2019). POTENCIAL CLIMÁTICO VITIVINICOLA PARA A REGIÃO DO POLO REGIONAL LESTE PAULISTA. Geoambiente On-Line, (33). https://doi.org/10.5216/revgeoamb.v0i33.55506
Seção
Artigos