URBANIZAÇÃO NO CERRADO: A URBANIZAÇÃO E A EXPANSÃO DA AGRICULTURA CAPITALISTA NOS MUNICÍPIOS DE RIO VERDE-GO E JATAÍ-GO

  • TATIANE RODRIGUES DE SOUZA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS-REGIONAL JATAÍ

Resumo

O processo de modernização nas áreas do Cerrado acarretou uma série de mudanças nas estruturas produtivas, gerando inúmeras alterações espaciais nos municípios inseridos nesse processo. Dentro dessas novas conformações espaciais as reestruturações e refuncionalizações adaptam-se as organizações espaciais, às novas funções econômicas e técnicas dos espaços produtivos, inclusive no urbano. Nessa perspectiva procurar-se-á analisar as particularidades da urbanização no Cerrado, a partir da expansão do modelo técnico produtivo que se impôs como a ampliação da apropriação do modo capitalista e suas repercussões na organização urbana. Para exemplificar, apresenta-se algumas características urbana das cidades de Rio Verde e Jataí, ambas localizadas no Sudeste de Goiás, principal região produtora de commodities do estado. O texto apresenta um caráter analítico, baseia-se principalmente na literatura que aborda essa temática e na observação direta nas áreas urbanas das referidas cidades. Constata-se que além da organização de um sistema técnico requerido pelo modelo produtivo, há uma segregação urbana, marcada pelos segmentos que estão incluídos e excluídos dessa formação sócio-espacial. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

TATIANE RODRIGUES DE SOUZA, UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS-REGIONAL JATAÍ
Doutoranda pela Universidade Federal de Goiás Regional - Jataí (2017) Possui Graduação em Geografia pela Universidade Federal de Goiás Regional Jataí (2009) e Mestrado em Geografia pelo Programa de Pós Graduação em Geografia UFG Regional Jataí (2016). Pós - Graduação Lato Sensu em Psicopedagogia com Ênfase no Ensino Especial e Educação Inclusiva pela faculdade de tecnologia Equipe Darwin FACTED- Águas Claras DF (2011). Educadora ambiental pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente, ciência e tecnologia (2012-2012 SMACT- Jataí-GO) Professora da Rede Estadual de Goiás- SEDUC (Ensino fundamental II , Ensino Médio e Educação de Jovens e Adultos 2011-2016) Professora da rede particular ( Ensino fundamental II 2012-2015). Professora substituta do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano ( Rio Verde-GO-2016).

Referências

BORGES, R. E. No meio da soja, o brilho dos telhados: a implantação Perdigão em Rio Verde (GO), transformações e impactos socioeconômicos e espaciais. 2006. 220 f. Tese de Doutorado UNESP. Rio Claro-SP.2006.

CASTILHO, D. Modernização territorial e redes técnicas em Goiás. 2014. 221 f. Tese (Doutorado) – Instituto de Estudos Socioambientais, Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2014.

CAVALCANTI, L. S. Cidade e vida urbana: a dinâmica do/no espaço intra-urbano e a formação para a participação em sua gestão. In: PAULA, F. M. A; CAVALCANTI, L. S. (Org). A cidade e seus lugares. Goiânia: Editora Vieira, 2007.

______. Uma geografia da cidade-elementos da produção do espaço urbano. CAVALCANTI, L. S. (Org.). Geografia da cidade: a produção do espaço urbano em Goiânia. Goiânia: Editora Alternativa, 2001.

CHAVEIRO, E. F. A urbanização do cerrado: espaços indomáveis, espaços deprimidos. Revista UFG, Goiânia, ano XII, n. 9, p. 26-30, dez. 2010.

CORRÊA, R. L. Trajetórias geográficas. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1997.

DEUS, J. B.; CHAVEIRO, E. F; BORGES, L. C. P. Olhar o centro e ver a cidade mover-se. Revista Geousp. São Paulo, n. 04, p.69-79, 1998.

ELIAS, D. S. PEQUENO, L. R. B. Desigualdades socioespaciais nas cidades do agronegócio. Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais. Rio de Janeiro, v. 9, n. 1, p. 25-39, mai. 2007.

ESTEVAM, L. O tempo da transformação: estrutura e dinâmica da formação econômica de Goiás. Goiânia: Editora da UCG, 1998.

FERREIRA, J. S. W; UEMURA, M. Política Urbana. In: Ministério das Cidades; Aliança de Cidades; DENALDI, R. (org.) Ações integradas de urbanização de assentamentos precários. Brasília: Ministério das Cidades, 2009.

FERREIRA, J. S. W. Alcances e limitações dos Instrumentos Urbanísticos na construção de cidades democráticas e socialmente justas. Texto de apoio às discussões da Mesa 1 - Plano Diretor e Instrumentos Tributários e de Indução do Desenvolvimento, Vª Conferência das Cidades - Câmara Federal/CDUI e Ministério das Cidades, 02 de dezembro, 2003.

FERREIRA, I. C. B. Expansão da fronteira agrícola e urbanização. In.: LAVINAS, Lena (Org). A urbanização da fronteira. Work-shop – Formação de cidades na fronteira. Rio de Janeiro: PUBIPUR/UFRJ, v. II, 1987.

FREDERICO, S. Gênese e consolidação da rede urbana na região de fronteira agrícola moderna.In.: COSTA, E.B; OLIVEIRA, R.S (Orgs). As cidades entre o “Real e o imaginário Estudos no Brasil. São Paulo: Expressão Popular, 2011.

GONÇALVES. F.P. Estudo das representações sociais do cerrado na visão de alunos do ensino fundamental de escolas rurais em Rio Verde GO. 2015.146f. (Dissertação de Mestrado), UFG, Jataí, 2015.

HARVEY, David. A produção capitalista do espaço. São Paulo: Annablume, 2005.

HARVEY, David. O enigma do capital: e as crises do capitalismo. Trad. João Alexandre Peschanski. São Paulo: Boitempo, 2011.

IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Banco Multidimensional de estatística. Disponível em: <http://www.bme.ibge.gov.br> Acesso em: 20/07/2014.

LACERDA, G. C; SANTOS, C.M.T. O Cerrado e a Difusão Urbano-Industrial. Revista Multiface, Belo Horizonte, vol. 4., 2016.

MACHADO, R.B; et al. Estimativas de perda da área do Cerrado brasileiro. Relatório técnico não publicado. Conservação Internacional, Brasília, DF, 2004.

PIZARRO, R.E.C. O agronegócio e a produção do espaço da Região de Planejamento Sudoeste Goiano. 2017. 347 f. Tese (Doutorado em Geografia) Universidade de Brasília, Brasília, 2017.

RIBEIRO, D. D. Agricultura “caificada” no Sudoeste de Goiás: do bônus econômico ao ônus socioambiental. 2005. 317 f. Tese (Doutorado em Geografia) – Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2005.

SPOSITO, M. E. B. Novas formas comerciais e redefinições da centralidade intra-urbana. In: SPOSITO, M.E.B. (Org). Textos e contextos para a leitura geográfica de uma cidade média. Presidente Prudente: Unesp/FCT, Programa de Pós-Graduação em Geografia, 2001.

SANTOS, M. Espaço e método. 4. ed. São Paulo: Hucitec, 1997.

_____. Urbanização brasileira. São Paulo: Hucitec,1996.

Publicado
25-05-2019
Como Citar
DE SOUZA, T. (2019). URBANIZAÇÃO NO CERRADO: A URBANIZAÇÃO E A EXPANSÃO DA AGRICULTURA CAPITALISTA NOS MUNICÍPIOS DE RIO VERDE-GO E JATAÍ-GO. Geoambiente On-Line, (33), 21. https://doi.org/10.5216/revgeoamb.v0i33.51533
Seção
Artigos