A vontade de ser de outra maneira/ O esforço de persistir

Autores

  • Elizabeth Povinelli Columbia University, Nova Iorque, NY, Estados Unidos, ep2122@columbia.edu

Resumo

Este ensaio examina as reflexões de Michel Foucault sobre a autoformação na sombra da insurreição de saberes subjugados. Se, como Foucault argumenta em O Governo do Eu e dos Outros, as condições de ser de outra maneira residem nos espaços radicalmente potenciais de um tipo de dizer-a-verdade (dire vrai, parrhesia), que pesos político e teórico serão dados às condições de exaustão desses espaços? O objetivo deste ensaio não é resolver ontologicamente este paradoxo, mas enfrentá-lo sociologicamente, não para desenvolver uma ontologia de potencialidade, mas para entender a morada da potencialidade. O ensaio começa examinando a vontade, o risco e a exaustão nas últimas obras de Foucault, depois se volta para as reflexões de Giorgio Agamben sobre potencialidade, e os pensamentos sobre vontade, esforço e hábito mental dos pragmatistas estadunidenses William James e Charles Sanders Peirce.

Tradução: Joana Plaza Pinto, doutora em Linguística pela Universidade Estadual de Campinas e professora da Universidade Federal de Goiás. 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elizabeth Povinelli, Columbia University, Nova Iorque, NY, Estados Unidos, ep2122@columbia.edu

Professora da Cadeira Franz Boas do Departamento de Antropologia e de Estudos de Gênero da Universidade de Columbia (EUA), Colaboradora da Academia Australiana de Humanidades, Centro para Futuros Criativos da Universidade Charles Darwin (Austrália), membro do Karrabing Film Collective, www.karrabing.info.

Downloads

Publicado

2023-11-14

Como Citar

POVINELLI, E. A vontade de ser de outra maneira/ O esforço de persistir. Sociedade e Cultura, Goiânia, v. 26, 2023. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fcs/article/view/76746. Acesso em: 26 fev. 2024.

Edição

Seção

Tradução