A pandemia da Covid-19 e seus impactos no setor cultural brasileiro

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/sec.v24.66308

Resumo

Este artigo tem como objetivos descrever e examinar a virtualização do setor cultural brasileiro durante a pandemia da Covid-19, analisar as resposta do governo brasileiro face à  crise do setor e identificar as percepções dos artistas fluminenses sobre os impactos socioeconômicos da pandemia. A metodologia usada para atingir estes objetivos inclui pesquisa documental e coleta de dados através de um questionário. A abordagem teórica centra-se nos conceitos de virtualização e direitos culturais. Os resultados da pesquisa mostram que um grande número de artistas começou a usar ferramentas online para continuar suas atividades profissionais. No entanto, apesar de algumas vantagens, a impossibilidade de rentabilizar as produções e a consequente perda económica são colocadas como grandes desvantagens desta virtualização. No que tange às políticas culturais, o aspecto que se tornou mais evidente, nas respostas adquiridas, refere-se ao modelo de gestão e sua ineficácia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mariana de Araujo Aguiar, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil

Doutora em Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e mestra em História pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro.

Luciana de Araujo Aguiar, Université Paul-Valery - Montpellier III, Montpellier, Occitanie, França

Doutora em Antropologia pela Université Paul-Valery - Montpellier III, França e mestra em Sociologia e Antropologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil.

Downloads

Publicado

08-09-2021

Como Citar

Araujo Aguiar, M. de, & de Araujo Aguiar, L. (2021). A pandemia da Covid-19 e seus impactos no setor cultural brasileiro . Sociedade E Cultura, 24. https://doi.org/10.5216/sec.v24.66308

Edição

Seção

Dossiê: Ciências Sociais e Covid-19