De mujeres y gallinas: transiciones laborales de mujeres residentes en la Región Metropolitana de Buenos Aires

Autores

  • Sabrina Ferraris Universidade de Buenos Aires

DOI:

https://doi.org/10.5216/sec.v22i1.57869

Resumo

O presente trabalho tem por objetivo analisar a entrada no mercado de trabalho de mulheres das gerações de 1940 a 1979, residentes na área metropolitana de Buenos Aires. Para isso, partindo da perspectiva do Curso de Vida que enfatiza a importância analítica do cruzamento entre o tempo histórico e o tempo biográfico, apresentaremos algumas características do contexto sócio-histórico e da estrutura produtiva. Em seguida, com dados quantitativos, analisaremos a participação feminina e a idade no primeiro emprego, juntamente com seus diferenciais, de acordo com grupos e gerações sociais. Além disso, com base em Histórias de Vida, apresentaremos algumas experiências de transição laboral de mulheres de diferentes grupos sociais nascidas nas décadas de 1940 e 1970. Finalmente, refletimos sobre as dificuldades da inserção feminina no trabalho, referindo-se não apenas a contextos desfavoráveis ??com altos níveis de desemprego e pobreza, mas também a desigualdades na distribuição de afazeres domésticos e à segregação laboral, devido à sua condição de gênero.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sabrina Ferraris, Universidade de Buenos Aires

Profesora Doctora en la Universidad de Buenos Aires, Buenos Aires, Argentina.

Publicado

2019-05-23

Como Citar

FERRARIS, S. De mujeres y gallinas: transiciones laborales de mujeres residentes en la Región Metropolitana de Buenos Aires. Sociedade e Cultura, Goiânia, v. 22, n. 1, 2019. DOI: 10.5216/sec.v22i1.57869. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fcs/article/view/57869. Acesso em: 27 maio. 2024.

Edição

Seção

Dossiê