Comunidade narrativa de fronteira: a dinâmica da oralidade entre contadores e ouvintes na região pampeana

Autores

  • Luciana Hartmann UFSM

DOI:

https://doi.org/10.5216/sec.v11i1.4473

Palavras-chave:

narrativas orais, contadores de histórias, fronteira, performances

Resumo

Este artigo é dedicado à abordagem da comunidade narrativa que liga as fronteiras entre Argentina, Brasil e Uruguai por uma rede de contadores e ouvintes que possui experiências e imaginários comuns. Na primeira parte do texto, situo teoricamente as noções de comunidade narrativa e comunidade de fala, que nortearão o trabalho. Na seqüência, descrevo as principais características de meu campo de pesquisa, situando a rede de contadores na comunidade de fala fronteiriça. Num terceiro momento, abordo a importância dos interlocutores – “ouvintes especializados” – no desenvolvimento dos eventos narrativos e, finalmente, analiso a participação desses ouvintes num gênero específico de narrativa, os “causos de enterro de dinheiro”. Palavras-chave: narrativas orais; contadores de histórias; fronteira; performances narrativas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciana Hartmann, UFSM

Doutora em Antropologia Social. Professora da UFSM hartmann@yahoo.com.br

Downloads

Publicado

2008-08-03

Como Citar

HARTMANN, L. Comunidade narrativa de fronteira: a dinâmica da oralidade entre contadores e ouvintes na região pampeana. Sociedade e Cultura, Goiânia, v. 11, n. 1, 2008. DOI: 10.5216/sec.v11i1.4473. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fcs/article/view/4473. Acesso em: 3 jul. 2022.

Edição

Seção

Dossiê