Cultura e tradição em Gilberto Freyre: esboço de interpretação do Manifesto regionalista

Autores

  • Robson dos Santos Professor do Departamento de Ciências Sociais da Universidade Federal de Rondônia

DOI:

https://doi.org/10.5216/sec.v14i2.17613

Palavras-chave:

tradição, rural, urbano, regionalismo, modernismo

Resumo

Neste artigo buscamos analisar aspectos da defesa da tradição cultural nordestina levada a cabo no Manifesto regionalista, escrito por Gilberto Freyre em 1926. O texto de Freyre se insere no debate sociocultural do campo intelectual de então, por meio de uma intervenção destacada nas discussões sobre o modernismo. Buscamos também explicitar como o Manifesto opera, em certa medida, um resgate do passado rural colonial, desenvolvendo naquele momento um confronto entre tradição e modernidade, compondo, dessa forma, uma estratégia relativamente conservadora de interpretação das transformações sociais.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-03-21

Como Citar

DOS SANTOS, R. Cultura e tradição em Gilberto Freyre: esboço de interpretação do Manifesto regionalista. Sociedade e Cultura, Goiânia, v. 14, n. 2, p. DOI: 10.5216/sec.v14i2.17613, 2012. DOI: 10.5216/sec.v14i2.17613. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fcs/article/view/17613. Acesso em: 11 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos Livres