CONSERVAÇÃO DA PAISAGEM NA ILHA DAS FLORES – ARQUIPELAGO DOS AÇORES – PORTUGAL

LANDSCAPE CONSERVATION ON FLORES ISLAND - AZORES ARCHIPELAGO - PORTUGAL

Autores

  • Nair Glória Massoquim Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR)
  • Lúcio José Sobral Cunha Universidade de Coimbra

Resumo

A paisagem é resultado da interação entre diferentes atributos naturais, económicos e sociais, importantes na conservação da natureza e no ordenamento do território. O recorte espacial da pesquisa é a Ilha das Flores, uma das nove pertencentes ao arquipélago dos Açores, Portugal, onde os valores ambientais e culturais ainda prevalecem, sobretudo pela natureza do território e suas complexas paisagens. O objetivo do trabalho é avaliar os valores e as tradições culturais locais, na organização e conservação das paisagens natural e humanizada da ilha. Pela localização geográfica insular, os habitantes da Ilha das Flores desde muito cedo doutrinaram-se na busca da autossuficiência econômica, através dos recursos ofertados pela natureza local. A relação intrínseca dos Seres Humanos com o ambiente tem sido uma questão de sobrevivência na ilha (relação sociedade/natureza), que os habitantes guardam como herança cultural bem patente na paisagem. Para o desenvolvimento da pesquisa, utilizou-se o método sistêmico da análise integrada da paisagem (sem dicotomia geografia física/geografia humana) decorrente da pesquisa de campo.  Resultados preliminares indicam que a Ilha das Flores, pelo reduzido número de habitantes e de visitantes, ainda guarda muitos dos seus hábitos e costumes ancestrais, os seus valores e tradições culturais, mesmo estando à mercê das mudanças tecnológicas, que vão se apropriando dos lugares e impactando a cultura local. Algumas medidas vêm sendo tomadas neste âmbito, pelo que há necessidade de estudar o fenómeno para dotar as populações e os seus actores políticos, quer nas aldeias longínquas, quer nas freguesias e concelhos mais centrais, para que a adesão a novos hábitos e técnicas de trabalho e de vida social, não implique a perda da sua própria identidade cultural e do seu sentimento geral de pertencimento a um território muito particular.

Downloads

Publicado

14.03.2022

Como Citar

MASSOQUIM, N. G.; CUNHA, L. J. S. . CONSERVAÇÃO DA PAISAGEM NA ILHA DAS FLORES – ARQUIPELAGO DOS AÇORES – PORTUGAL: LANDSCAPE CONSERVATION ON FLORES ISLAND - AZORES ARCHIPELAGO - PORTUGAL. Espaço em Revista, Goiânia, v. 24, n. 1, p. 625–647, 2022. Disponível em: https://revistas.ufg.br/espaco/article/view/72206. Acesso em: 3 out. 2022.

Edição

Seção

SUBTEMA III - Estudos da paisagem física do Brasil e de Portugal