A NOVA DIREITA, BOLSONARISMO E TENDÊNCIAS NEOFASCISTAS NO BRASIL

Autores

  • José de Lima Soares

DOI:

https://doi.org/10.5216/emb.v18i2.70172

Resumo

Este artigo se propõe a fazer uma análise sobre a nova direita, o neofascismo contemporâneo e a sua continuidade e/ou
retorno dentro de um Estado Democrático através da análise de elementos característicos, ilustrando com base nos discursos de
ódio, identificando as possíveis consequências para a perda de direitos fundamentais, fazendo analogias a partir de uma
perspectiva eminentemente crítica. Como metodologia, utiliza-se a revisão bibliográfica e a análise documental. Com base nos
estudos pesquisados, somos da opinião de que as tendências fascistas seguem presentes no âmbito das sociedades contemporâneas. Contudo, se transmutam a partir do contexto histórico, para se adequar às demandas sociais. Apesar da atual
conformação dos elementos, as bases características são as mesmas, trazendo como consequência a restrição de direitos
fundamentais em prol do controle da massa. No Brasil contemporâneo, por exemplo, produzem-se ideologias e
discursos que engendram percepções acerca do passado,visando tanto justificar o autoritarismo do presente como apagar
a repressão do passado, além de anistiar os crimes dos agentes estatais. Movimentos políticos de extrema-direita, no mundo e
no Brasil, são discutidos na qualidade de portadores materiais das tendências ideológicas do conservadorismo na
contemporaneidade.

Publicado

06-09-2021