FILME ETNOGRÁFICO EM TEMPOS DE PANDEMIA:

CURADORIA, REFLEXÕES E APRENDIZADOS NA MOSTRA ARANDU

Autores

  • João Martinho Braga de Mendonça PPGA/UFPB
  • Glauco Machado
  • José Muniz Falcão Neto
  • Cintia Pretti Di Giorgi
  • Oswaldo Giovannini Junior

DOI:

https://doi.org/10.5216/emb.v19i1.70162

Resumo

O artigo traz apontamentos sobre a Mostra Arandu de Filmes Etnográficos, que teve sua 3a edição totalmente disponibilizada online, através de um processo de curadoria compartilhada em rede. Trata-se de analisar como a experiência do streaming e do compartilhamento online possibilitaram ampliar o alcance e o sentido da Mostra, em consonância com uma política pedagógica de ensino e pesquisa do audiovisual numa universidade pública. Nesse contexto destaca-se a articulação, por um lado, com a rede nacional de pesquisa em antropologia visual da Associação Brasileira de Antropologia, e de outro, com a produção local de estudantes e docentes do curso de bacharelado em Antropologia no Campus da UFPB em Rio Tinto-PB.

Publicado

2022-03-30