CIDADANIA DEMOCRÁTICA E HOMOSSEXUALIDADES: COMUNICAÇÃO NO COMBATE À VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES LÉSBICAS

Autores

  • Daniela Auad Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Cláudia Regina Lahni Universidade Federal de Juiz de Fora

Resumo

Ao tomar como fio condutor uma situação de homofobia contra mulheres lésbicas, o artigo debate a temática da cidadania democrática e das homossexualidades, a partir da consideração da centralidade da comunicação e da importância da visibilidade para colocar em questionamento a heteronormatividade, esta como regra produtora da homossexualidade como desvio. Na perspectiva de assegurar a igualdade e com certeza da importância da comunicação nessa construção, são tecidas, ao longo do texto, considerações sobre determinadas ações de comunicação, no Brasil e no exterior. Segundo postula-se no presente artigo, garantir o direito à comunicação pode concorrer para o respeito à diversidade das identidades produzidas e reveladas tanto pelas especificidades das categorias sociais, quanto pela rica alquimia destas. Desta forma, o texto propõe reflexões que representam a intersecção de saberes advindos das Humanidades e das Ciências Sociais Aplicadas, com a finalidade de contribuir para a construção de Políticas Igualitárias que considerem, no combate às desigualdades, as categorias gênero, classe, raça, orientação sexual e geração.

Biografia do Autor

Daniela Auad, Universidade Federal de Juiz de Fora

Professora Adjunto 4 da Universidade Federal de Juiz de Fora, na Faculdade de Educação. Pós-doutora em Sociologia pela UNICAMP (Universidade Estadual de Campinas), doutora em Educação pela USP (Universidade de São Paulo).

Cláudia Regina Lahni, Universidade Federal de Juiz de Fora

Professora Associada da Universidade Federal de Juiz de Fora, Faculdade de Comunicação. Pós-doutora em Comunicação na UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro).

Downloads

Publicado

30-03-2014