Arte contra Verdade

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/vis.v18.59833

Palavras-chave:

Arte, Verdade, Diferença

Resumo

Este artigo defende a arte como uma atividade/conhecimento pautado no reconhecimento de sua ficção, no acolhimento e valorização da experiência e da vida cotidiana e na abertura para a particularidade e intersubjetividade. Neste sentido, a arte é vista em sua contribuição potencial à epistemologia. Essa contribuição é desdobrada a partir do embate das qualidades da arte em relação à noção Moderna de Verdade, representada pela elaboração cartesiana. Conclui-se que a arte pode abrir caminhos para epistemologias mais aptas a lidar democraticamente com as diferenças.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rita Helena Sousa Ferreira Gomes, Universidade Federal do Ceará

Professora Associada da Universidade Federal do Ceará/Campus Sobral; Professora do Mestrado Profissional de Artes (PROFARTES); Professora do Mestrado Profissional em Psicologia e Políticas Públicas. Doutorado  (Filosofia-UFMG) /Pós-Doutorado (Educação - SFU/Canadá);

 

Downloads

Publicado

2020-04-22

Como Citar

SOUSA FERREIRA GOMES, R. H. Arte contra Verdade. Visualidades, Goiânia, v. 18, p. 23, 2020. DOI: 10.5216/vis.v18.59833. Disponível em: https://revistas.ufg.br/VISUAL/article/view/59833. Acesso em: 22 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos