Dilemas éticos do lugar da arte contemporânea. Acontecimentos solidários de múltiplas vozes - DOI 10.5216/vis.v11i1.28184

Autores

  • Luiz Guilherme Vergara UFG

DOI:

https://doi.org/10.5216/vis.v11i1.28184

Resumo

Ao se reconhecer o papel contundente do indivíduo enquanto corpo e voz ativa das multidões na rua, indagamos pelas mudanças em processo no campo das práticas artísticas contemporâneas, identificando um urgente clamor ético para as artes visuais. Percebe-se nestas manifestações um sintoma de esgotamento de uma ordem social da arte regida pela produção de objetos para fruição estética visual que dá lugar ao sentido local e relacional do acontecimento artístico ligado à ativação multissensorial dos corpos onde entrelaçam-se os sentidos de presença e presença dos sentidos. Trataremos nesta abordagem do sentido de presença e temporalidade do corpo e voz como terapêuticas e microgeografias de resistência poética deflagradoras de novos cuidados e?tico-este?ticos com a produção de sentidos públicos da arte nas instituições, museus e bienais.

Palavras-chave: arte contemporânea, ética, interações sociais

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Guilherme Vergara, UFG

UFF

Downloads

Publicado

2014-02-05

Como Citar

VERGARA, L. G. Dilemas éticos do lugar da arte contemporânea. Acontecimentos solidários de múltiplas vozes - DOI 10.5216/vis.v11i1.28184. Visualidades, Goiânia, v. 11, n. 1, 2014. DOI: 10.5216/vis.v11i1.28184. Disponível em: https://revistas.ufg.br/VISUAL/article/view/28184. Acesso em: 20 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos