Do mercado ao museu: a legitimação artística da gravura popular - DOI 10.5216/vis.v8i1.18209

Autores

  • Everardo Ramos

DOI:

https://doi.org/10.5216/vis.v8i1.18209

Resumo

Se todas as categorias de arte passam por variados processos de legitimação, existe uma, em particular, onde a questão da legitimidade é fundamental, por ser determinante de sua própria existência: a arte popular, que só existe realmente, como categoria artística, a partir do momento em que é reconhecida pelas instâncias oficiais. O presente trabalho analisa o processo de legitimação artística da gravura popular, produção que se desenvolve às margens do sistema oficial, como ilustração dos folhetos de cordel vendidos em mercados públicos, antes de se tornar uma categoria privilegiada da “arte popular”, colecionada e exposta em museus nacionais e internacionais.
Palavras-chave: Arte popular, gravura popular, folheto de cordel




Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-04-23

Como Citar

RAMOS, E. Do mercado ao museu: a legitimação artística da gravura popular - DOI 10.5216/vis.v8i1.18209. Visualidades, Goiânia, v. 8, n. 1, 2012. DOI: 10.5216/vis.v8i1.18209. Disponível em: https://revistas.ufg.br/VISUAL/article/view/18209. Acesso em: 18 maio. 2024.

Edição

Seção

GT1 - Teoria, História e crítica da arte e imagem