PREVALÊNCIA DE ENTEROPARASITOSES EM ESCOLARES DE 06 A 14 ANOS NO MUNICÍPIO DE ARAGUAÍNA - TOCANTINS

Autores

  • Franciano Dias Pereira-Cardoso FMT-TO
  • Bruno Medrado Araújo FMT-TO
  • Hebert Lima Batista FMT-TO
  • Wilma Gomes Galvão ITPAC

DOI:

https://doi.org/10.5216/ref.v7i1.9595

Palavras-chave:

Doenças Parasitárias. Prevenção Primária. Técnicas e Procedimentos de Laboratório.

Resumo

As doenças parasitárias representam um problema de saúde e estão associadas às precárias condições de saneamento e higiene. Considerando que as crianças representam um grupo de maior susceptibilidade às infecções parasitárias, este estudo identificou a prevalência de enteroparasitoses em escolares de 06 a 14 anos de uma escola pública do município de Araguaína-TO, Brasil, no período de abril a julho de 2008. As análises das amostras de fezes foram realizadas pelo método de Lutz (1919), conjuntamente pela técnica de Faust et al. (1938). Foi demonstrada uma prevalência de 55,3%, com maior percentual sobre o sexo feminino (59,5%). Das amostras positivas, foi encontrada uma correlação da idade com a infecção (p < 0,05), destacando-se Entamoeba coli (28,9%), Endolimax nana (18,4%), Giardia duodenalis (11,8%) e Ascaris lumbricoides (9,2%) como as parasitoses mais frequentes. 10.5216/ref.v7i1.9595

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-04-13

Como Citar

PEREIRA-CARDOSO, F. D.; ARAÚJO, B. M.; BATISTA, H. L.; GALVÃO, W. G. PREVALÊNCIA DE ENTEROPARASITOSES EM ESCOLARES DE 06 A 14 ANOS NO MUNICÍPIO DE ARAGUAÍNA - TOCANTINS. Revista Eletrônica de Farmácia, Goiânia, v. 7, n. 1, p. 11, 2010. DOI: 10.5216/ref.v7i1.9595. Disponível em: https://revistas.ufg.br/REF/article/view/9595. Acesso em: 26 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos Originais