USO DA SEMENTE DE LINHAÇA COMO NUTRACÊUTICO PARA PREVENÇÃO E TRATAMENTO DA ATEROSCLEROSE

Autores

  • Cristina L. Carrara
  • Ana Paula Esteves
  • Rafael T. Gomes
  • Luanda L. Guerra

DOI:

https://doi.org/10.5216/ref.v6i4.8774

Palavras-chave:

semente de linhaça, aterosclerose, nutracêuticos

Resumo

A semente de linhaça (Linun usitatissimum) possui três componentes que apresentam ações biológicas importantes - óleo com ômega-3, fibras solúveis e SDG -, que rendem efeitos benéficos relacionados a várias condições patológicas. Dentre estas, muitos estudos científicos atestam a capacidade preventiva e mesmo curativa da semente de linhaça sobre a aterosclerose. Em vista disto, o objetivo deste trabalho é trazer atualizações a respeito das características terapêuticas da semente de linhaça direcionadas à aterosclerose e vislumbrar as perspectivas de aplicação destes conhecimentos na prática clínica, através de um novo nutracêutico 10.5216/ref.v6i4.8774

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-01-29

Como Citar

CARRARA, C. L.; ESTEVES, A. P.; GOMES, R. T.; GUERRA, L. L. USO DA SEMENTE DE LINHAÇA COMO NUTRACÊUTICO PARA PREVENÇÃO E TRATAMENTO DA ATEROSCLEROSE. Revista Eletrônica de Farmácia, Goiânia, v. 6, n. 4, 2010. DOI: 10.5216/ref.v6i4.8774. Disponível em: https://revistas.ufg.br/REF/article/view/8774. Acesso em: 19 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais