ESTUDO DOS MEDICAMENTOS UTILIZADOS PELOS PACIENTES ATENDIDOS EM LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS E SUAS INTERFERÊNCIAS EM TESTES LABORATORIAIS: UMA REVISÃO DA LITERATURA

Autores

  • Bárbara Ferreira
  • Karina Santos
  • Steph Rudolph
  • Joana Alcanfor
  • Luiz Cunha

DOI:

https://doi.org/10.5216/ref.v6i1.5859

Palavras-chave:

testes laboratoriais, interações de medicamentos, farmacoepidemiologia

Resumo

A interferência de medicamentos em análises clínicas assume importante papel na rotina laboratorial pela probabilidade de interferir nos ensaios e modificar o diagnóstico clínico-laboratorial. Muitos fármacos exercem efeitos in vivo, in vitro ou ambos simultaneamente sobre os testes laboratoriais. O objetivo do presente trabalho foi identificar os medicamentos mais usados pelos pacientes que foram atendidos pelo Centro de Análises Clínicas Rômulo Rocha em Goiânia (GO) no período de junho a dezembro de 2007 e analisar possíveis interações entre estes medicamentos e exames laboratoriais. Para isso foi traçado um estudo descritivo e retrospectivo, através da análise de 600 fichas dos medicamentos mais utilizados pelos pacientes e usuários dos serviços prestados pelo laboratório. Dentre os medicamentos pesquisados foram selecionados os cinco mais utilizados para que fosse feita uma discussão a respeito de suas interações em testes laboratoriais. Os cinco medicamentos mais utilizados foram: captopril, enalapril, hidroclorotiazida, levotiroxina sódica e propranolol. Dentre os cinco medicamentos verificou-se maior interferência in vivo do que in vitro. Como exemplo dessas interferências podemos citar: o captopril que pode proporcionar resultados falso-positivos em cetonas na urina; o enalapril que pode interferir no fator antinúcleo positivamente; a hidroclorotiazida que aumenta a concentração da uréia in vivo; a levotiroxina sódica que pode provocar redução por efeito fisiológico no exame de apolipoproteína B e o propranolol que pode provocar níveis elevados de uréia sanguínea. Os resultados obtidos podem, também, ser utilizados para promoção e planejamento de ações de Atenção Farmacêutica. 10.5216/ref.v6i1.5859

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

31-03-2009

Como Citar

Ferreira, B., Santos, K., Rudolph, S., Alcanfor, J., & Cunha, L. (2009). ESTUDO DOS MEDICAMENTOS UTILIZADOS PELOS PACIENTES ATENDIDOS EM LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS E SUAS INTERFERÊNCIAS EM TESTES LABORATORIAIS: UMA REVISÃO DA LITERATURA. Revista Eletrônica De Farmácia, 6(1). https://doi.org/10.5216/ref.v6i1.5859

Edição

Seção

Artigos Originais