Pacientes em uso crônico de prednisona: perfil Clínico e laboratorial

Autores

  • Ana Carolina Assis Costa R. Sebastião Gonçalves Coelho, 400 - Chanadour, Divinópolis - MG, 35501-296 Discente do curso de farmácia da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ)
  • Virgínia Maria Gonçalves Bolina R. Sebastião Gonçalves Coelho, 400 - Chanadour, Divinópolis - MG, 35501-296 Discente do curso de farmácia da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ)
  • João Paulo Vilela Rodrigues Av. do Café - Vila Monte Alegre, Ribeirão Preto - SP s/n 14040-020. Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão - Universidade de São Paulo Preto (FCFRP-USP).
  • Tiago Marques Reis Avenida Doutor Raimundo Rezende, 330 - Centro, Gov. Valadares - MG, 35012-140. Universidade Federal de Juiz de Fora, Campus Governador Valadares (UFJF).
  • Cláudia Di Lorenzo Oliveira R. Sebastião Gonçalves Coelho, 400 - Chanadour, Divinópolis - MG, 35501-296 Docente do curso de medicina da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).
  • André Oliveira Baldoni R. Sebastião Gonçalves Coelho, 400 - Chanadour, Divinópolis - MG, 35501-296 Docente do curso de farmácia da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ)

DOI:

https://doi.org/10.5216/ref.v15ie.47974

Palavras-chave:

Farmacologia Clínica

Resumo

Objetivo: Identificar a frequência e o perfil de pacientes em uso crônico de prednisona que não fazem tratamento preventivo para osteoporose induzida por corticoide e descrever as alterações laboratoriais potencialmente associadas ao uso desse medicamento. Metodologia: Realizou-se um estudo descritivo, em que foi utilizado um questionário estruturado, além da análise de exames bioquímicos. A coleta foi realizada de agosto de 2015 a julho de 2016. Resultados: A dose de 5mg/dia de prednisona foi a mais prevalente (64,7%), a maioria utilizava o medicamento de cinco a oito anos (32,4%) e 88,2% não utilizavam o medicamento para prevenção ou controle da osteoporose. Dos entrevistados, 21 realizaram os exames bioquímicos, sendo 57,1% com níveis de lipoproteína de baixa densidade acima do preconizado, 33,3% com glicemia de jejum superior a 99mg/ dL e 28,6% com níveis de lipoproteína de muita baixa densidade e triglicerídeos alterados. Discussão: O uso crônico de corticoide pode ser um dos fatores associados às alterações metabólicas dos pacientes. Conclusão: A frequência de pacientes que utilizam prednisona e não fazem tratamento preventivo para a osteoporose é elevada (88,2%), bem como a alteração dos exames laboratoriais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Carolina Assis Costa, R. Sebastião Gonçalves Coelho, 400 - Chanadour, Divinópolis - MG, 35501-296 Discente do curso de farmácia da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ)

Discente do curso de farmácia da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).

Virgínia Maria Gonçalves Bolina, R. Sebastião Gonçalves Coelho, 400 - Chanadour, Divinópolis - MG, 35501-296 Discente do curso de farmácia da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ)

Discente do curso de farmácia da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).

João Paulo Vilela Rodrigues, Av. do Café - Vila Monte Alegre, Ribeirão Preto - SP s/n 14040-020. Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão - Universidade de São Paulo Preto (FCFRP-USP).

Farmacêutico clínico da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão - Universidade de São Paulo Preto (FCFRP-USP).

Tiago Marques Reis, Avenida Doutor Raimundo Rezende, 330 - Centro, Gov. Valadares - MG, 35012-140. Universidade Federal de Juiz de Fora, Campus Governador Valadares (UFJF).

Professor da área de Assistência Farmacêutica da Universidade Federal de Juiz de Fora, Campus Governador Valadares (UFJF).

Cláudia Di Lorenzo Oliveira, R. Sebastião Gonçalves Coelho, 400 - Chanadour, Divinópolis - MG, 35501-296 Docente do curso de medicina da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).

Professora do curso de medicina da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).

André Oliveira Baldoni, R. Sebastião Gonçalves Coelho, 400 - Chanadour, Divinópolis - MG, 35501-296 Docente do curso de farmácia da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ)

Professor adjunto da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), área de Farmácia Clínica.

Downloads

Publicado

2018-11-30

Como Citar

COSTA, A. C. A.; BOLINA, V. M. G.; RODRIGUES, J. P. V.; REIS, T. M.; OLIVEIRA, C. D. L.; BALDONI, A. O. Pacientes em uso crônico de prednisona: perfil Clínico e laboratorial. Revista Eletrônica de Farmácia, Goiânia, v. 15, n. e, 2018. DOI: 10.5216/ref.v15ie.47974. Disponível em: https://revistas.ufg.br/REF/article/view/47974. Acesso em: 27 maio. 2022.

Edição

Seção

Farmácia Clínica, Assistência e Atenção Farmacêutica