NUTRACÊUTICOS: ASPECTOS LEGAIS E CIENTÍFICOS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/ref.v16i0.47950

Palavras-chave:

ácidos graxos, flavonoides, carotenoides, eficácia

Resumo

Os nutracêuticos vêm se destacando por apresentarem diversos benefícios à saúde, prevenindo e auxiliando no tratamento de doenças. Os ácidos graxos poli-insaturados (AG), os carotenoides, os flavonoides e as isoflavonas estão entre os mais consumidos. Este trabalho objetivou pesquisar definições, regulamentações, comprovações sobre eficácia, tratamento e reações adversas dos nutracêuticos. Os AG apresentam propriedades cicatrizantes, imunorreguladoras e anti-inflamatórias, porém indivíduos com hipertrigliceridemia, hipercolesterolemia, e doenças cardiovasculares devem ter cautela no uso. O betacaroteno previne câncer, doenças cardiovasculares e renais, dentre outras, por outro lado, em fumantes pode aumentar a incidência de câncer de pulmão. Entre os flavonoides, a quercetina se destaca pelos seus efeitos antioxidantes, protetor dos sistemas renal, cardiovascular e hepático, porém deve ser evitada por pacientes hipotensos. As isoflavonas são uteis nos sintomas da menopausa, incluindo a depressão. O uso de nutracêuticos pode trazer benefícios à saúde, contudo deve ser avaliado o uso caso a caso. Além disso, há a necessidade de uma legislação específica para normatização desses produtos, que alavancaria mais estudos que assegurem a sua eficácia oportunizando um tratamento efetivo e seguro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gabriela Machado, UNIVERSIDADE DE PASSO FUNDO

Graduada em Farmácia (2013) pela Universidade de Passo Fundo e Especialista em Farmacologia Clínica pela mesma Universidade.

Bruno Furini Puton, UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL

Graduado em Odontologia (2012) pela Universidade de Passo Fundo. Atualmente, é acadêmico do Curso de Medicina da Universidade de Santa Cruz do Sul, vice-presidente do Diretório Acadêmico Pedro Lúcio de Souza, bolsista do Programa em Educação pelo Trabalho para a Saúde GraduaSUS (PET-Saúde GraduaSUS) e presidente da Liga Acadêmica de Cirurgia Geral (LACG).

Charise Dallazem Bertol, UNIVERSIDADE DE PASSO FUNDO

Graduada em Farmácia Industrial (2004) pela Universidade de Passo Fundo, mestre em Farmácia (2009) pela Universidade Federal de Santa Catarina e doutorado em Ciências Farmacêuticas (2017) pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. É professora (desde 2009) das disciplinas de Controle de Qualidade Físico-Químico e Biológico de Medicamentos, Farmacotécnica e Tecnologia Farmacêutica, Farmacocinética e Tecnologia Bioquímica do Curso de Farmácia da Universidade de Passo Fundo/RS. É coordenadora de pesquisa do Instituto de Ciências Biológicas da UPF. É docente e orientadora do Programa em Pós-Graduação em Envelhecimento Humano. Tem experiência na área de farmacotécnica e controle de qualidade, atuando principalmente nos temas: comprimidos de liberação modificada, controle de qualidade, análise térmica, processo asséptico, validação de métodos analíticos e bioanalíticos, estudos de estabilidade, desenvolvimento de formulações, cromatografia líquida de alta eficiência, estresse oxidativo.

Downloads

Publicado

25-03-2019

Como Citar

Machado, G., Furini Puton, B., & Dallazem Bertol, C. (2019). NUTRACÊUTICOS: ASPECTOS LEGAIS E CIENTÍFICOS. Revista Eletrônica De Farmácia, 16(E). https://doi.org/10.5216/ref.v16i0.47950

Edição

Seção

Alimentos & Saúde