EVENTOS ADVERSOS ASSOCIADOS A ANTIMICROBIANOS EM PACIENTES INTERNADOS EM UM HOSPITAL PÚBLICO

Autores

  • Inocêncio Silva de Jesus Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia Av. Jose Moreira Sobrinho, S/n, Jequiezinho - Jequié BA. CEP: 45200-000
  • Hosana Maria Santos Rodrigues Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia Av. Jose Moreira Sobrinho, S/n, Jequiezinho - Jequié BA CEP: 45200-000
  • Suellyn dos Santos Gonçalves Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia Av. Jose Moreira Sobrinho, S/n, Jequiezinho - Jequié BA CEP: 45200-000
  • Jose Ailton Oliveira Carneiro Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia Av. Jose Moreira Sobrinho, S/n, Jequiezinho - Jequié BA CEP: 45200-000
  • Gisele da Silveira Lemos Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia Av. Jose Moreira Sobrinho, S/n, Jequiezinho - Jequié BA CEP: 45200-000
  • Lucas Brasileiro Lemos Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia Av. Jose Moreira Sobrinho, S/n, Jequiezinho - Jequié BA CEP: 45200-000

DOI:

https://doi.org/10.5216/ref.v15ie.45949

Palavras-chave:

Farmacia clínica

Resumo

Os antimicrobianos participam de uma das classes de medicamentos mais consumidas que destaca-se pela maior incidência de eventos adversos (EA) durante o processo de cuidado no ambiente hospitalar. Os eventos adversos associados a antimicrobianos foram investigados, em um estudo de seguimento com acompanhamento prospectivo não concorrente de 26 prontuários de pacientes internados em um hospital. Foi utilizada uma relação de rastreadores, conforme Giordani et al. para triagem e identificação de eventos adversos. As suspeitas de reações adversas foram classificadas quanto a causalidade, conforme os algoritmos de Naranjo e OMS, os diagnósticos foram classificados pela CID-10 e as interações medicamentosas pela base de dados Micromedex®. Houve predominância de pacientes do sexo masculino, sendo que 53,8% apresentaram idade superior a 60 anos. No que se refere ao resultado do cuidado 73,1% dos pacientes foram a óbito e 26,9% tiveram alta hospitalar. Os EA validados foram: insuficiência renal aguda 41%; trombocitopenia 38%; rash cutâneo 8%; interações medicamentosas que geraram EA 5%; resistência bacteriana 5%, e desconforto gástrico/vômito 3%. Foi realizada análise estatística para avaliar as associações entre variáveis estudadas. Pode-se verificar a ocorrência de eventos adversos associados ao uso de antimicrobianos, sendo possível validá-los em reações adversas, durante período de internamento dos pacientes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Inocêncio Silva de Jesus, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia Av. Jose Moreira Sobrinho, S/n, Jequiezinho - Jequié BA. CEP: 45200-000

Mestrando. Programa de Pós Graduação em Enfermagem e Saúde

Hosana Maria Santos Rodrigues, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia Av. Jose Moreira Sobrinho, S/n, Jequiezinho - Jequié BA CEP: 45200-000

Farmacêutica. Área de Farmácia

Suellyn dos Santos Gonçalves, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia Av. Jose Moreira Sobrinho, S/n, Jequiezinho - Jequié BA CEP: 45200-000

Farmacêutica. Área de Farmácia

Jose Ailton Oliveira Carneiro, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia Av. Jose Moreira Sobrinho, S/n, Jequiezinho - Jequié BA CEP: 45200-000

Professor Adjunto. Departamento de Saúde I

Gisele da Silveira Lemos, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia Av. Jose Moreira Sobrinho, S/n, Jequiezinho - Jequié BA CEP: 45200-000

Professora Assistente. Área de Farmácia

Lucas Brasileiro Lemos, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia Av. Jose Moreira Sobrinho, S/n, Jequiezinho - Jequié BA CEP: 45200-000

Professor Assistente. Departamento de Saúde II

Downloads

Publicado

2018-11-30

Como Citar

DE JESUS, I. S.; RODRIGUES, H. M. S.; GONÇALVES, S. dos S.; CARNEIRO, J. A. O.; LEMOS, G. da S.; LEMOS, L. B. EVENTOS ADVERSOS ASSOCIADOS A ANTIMICROBIANOS EM PACIENTES INTERNADOS EM UM HOSPITAL PÚBLICO. Revista Eletrônica de Farmácia, Goiânia, v. 15, n. e, 2018. DOI: 10.5216/ref.v15ie.45949. Disponível em: https://revistas.ufg.br/REF/article/view/45949. Acesso em: 3 out. 2022.

Edição

Seção

Farmácia Clínica, Assistência e Atenção Farmacêutica