AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DAS PRESCRIÇÕES MEDICAMENTOSAS DISPENSADAS EM UMA UNIDADE DE SAÚDE DA FAMÍLIA NO MUNICÍPIO DE JOÃO PESSOA, PARAÍBA

Autores

  • VANESSA DOMINGOS MORAIS Residência multiprofissional em saúde da família e comunidade - Faculdade de Ciências Médica, Endereço: Praça Dom Ulrico, 56, Centro, CEP:58010-740, João Pessoa - Paraíba. Farmacêutica (UFCG), Especialista em Farmacologia e Interações Medicamentosas, Residente pela Residência Multiprofissional em Saúde da Família e Comunidade (RMSFC-FCM).
  • LARISSA COMARELLA Instituição: Uninter - Centro Universitário Internacional, Endereço: R. Treze de Maio, 538, Curitiba - PR, CEP:80510-030. Farmacêutica (UFPR), Especialista em Gestão da Assistência Farmacêutica (UFSC) e Mestre em Ciências (Bioquímica) (UFPR), orientadora de TCC do Grupo Uninter.
  • JAIRO DOMINGOS MORAIS Universidade Federal da Paraíba - UFPB, Endereço: conjunto Castelo Branco III, João Pessoa, Paraíba, CEP: 58033-455 - Fisioterapeuta (UFPB), Especialista em Processos Educacionais em Saúde; Saúde da Família e Política e Gestão do Cuidado, com ênfase no apoio e Mestrado em Modelos de Decisão e Saúde. Doutorando no Programa de Pós graduação em Modelos de Decisão em Saúde

DOI:

https://doi.org/10.5216/ref.v14i4.44467

Palavras-chave:

Prescrições, Uso de medicamentos, Saúde pública.

Resumo

No Sistema Único de Saúde (SUS), o acesso aos medicamentos se dá através da prescrição, que desempenha papel ímpar na prevenção de erros de medicação, já que é a partir dela que todo o fluxo de tratamento medicamentoso chega ao usuário. Dessa forma, o presente estudo do tipo transversal, retrospectivo descritivo, com abordagem quantitativa teve como objetivo a avaliação do cumprimento da legislação quanto à prescrição de medicamentos dispensadas pela farmácia da USF Nova Conquista. Foram analisadas 300 prescrições, com média de 1,49% de medicamentos por prescrição. Os resultados apontaram a não totalidade dos critérios de avaliação proposto neste estudo dentre eles: presença de abreviaturas (98,05%) e rasuras (7%); ausência de informações como: endereço (98%), forma farmacêutica (91,12%), frequência e duração do tratamento (76,98%) concentração do fármaco (29,68), dose (18,59%), posologia (5,13%); unidade de medida ausente ou inadequada (1,80%). As classes farmacológicas prevalentes foram: anti-inflamatórios não esteroidais (28,04%), anti-hipertensivo (14,15%), antialérgicos (11,51%) e antibióticos (8,73%). Todas as prescrições avaliadas neste estudo, apresentaram alguma inconformidade ou ausência de informações em relação ao que estabelece a legislação, concluindo-se, que alguns hábitos de prescrição devem ser modificados, buscando o melhoramento da qualidade da prescrição e do fortalecimento da assistência prestada no SUS.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

VANESSA DOMINGOS MORAIS, Residência multiprofissional em saúde da família e comunidade - Faculdade de Ciências Médica, Endereço: Praça Dom Ulrico, 56, Centro, CEP:58010-740, João Pessoa - Paraíba. Farmacêutica (UFCG), Especialista em Farmacologia e Interações Medicamentosas, Residente pela Residência Multiprofissional em Saúde da Família e Comunidade (RMSFC-FCM).

Farmacêutica (UFCG), Especialista em Farmacologia e Interações Medicamentosas, Residente pela Residência Multiprofissional em Saúde da Família e Comunidade (RMSFC-FCM).

LARISSA COMARELLA, Instituição: Uninter - Centro Universitário Internacional, Endereço: R. Treze de Maio, 538, Curitiba - PR, CEP:80510-030. Farmacêutica (UFPR), Especialista em Gestão da Assistência Farmacêutica (UFSC) e Mestre em Ciências (Bioquímica) (UFPR), orientadora de TCC do Grupo Uninter.

Farmacêutica (UFPR), Especialista em Gestão da Assistência Farmacêutica (UFSC) e Mestre em Ciências (Bioquímica) (UFPR), orientadora de TCC do Grupo Uninter

JAIRO DOMINGOS MORAIS, Universidade Federal da Paraíba - UFPB, Endereço: conjunto Castelo Branco III, João Pessoa, Paraíba, CEP: 58033-455 - Fisioterapeuta (UFPB), Especialista em Processos Educacionais em Saúde; Saúde da Família e Política e Gestão do Cuidado, com ênfase no apoio e Mestrado em Modelos de Decisão e Saúde. Doutorando no Programa de Pós graduação em Modelos de Decisão em Saúde

Fisioterapeuta (UFPB), Especialista em Processos Educacionais em Saúde; Saúde da Família e Política e Gestão do Cuidado, com ênfase no apoio e Mestrado em Modelos de Decisão e Saúde. Doutorando em Modelos de Decisão e Saúde

Downloads

Publicado

08-03-2018

Como Citar

MORAIS, V. D., COMARELLA, L., & MORAIS, J. D. (2018). AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DAS PRESCRIÇÕES MEDICAMENTOSAS DISPENSADAS EM UMA UNIDADE DE SAÚDE DA FAMÍLIA NO MUNICÍPIO DE JOÃO PESSOA, PARAÍBA. Revista Eletrônica De Farmácia, 14(4). https://doi.org/10.5216/ref.v14i4.44467

Edição

Seção

Farmácia Clínica, Assistência e Atenção Farmacêutica