INFLUÊNCIA DO POLIMORFISMO CYP2C19 NA TERAPIA DO CLOPIDOGREL

Autores

  • Thais Regina dos Santos FF/UFG
  • Ivone Arrais Bento
  • Kátia Karina Verolli de Oliveira Moura
  • Iasmim Ribeiro da Costa Rizzo

Resumo

As doenças cardiovasculares são as principais causas de óbito no Brasil, onde podemos destacar doenças ateroscleróticas. A aterosclerose é uma doença inflamatória crônica, que ocorre pela agressão à camada íntima do endotélio das artérias de médio ou grande calibre. O objeto deste estudo foi analisar e descrever a influência do polimorfismo do CYP2C19 na terapia do Clopidogrel em pacientes que apresentam doenças cardiovasculares, por meio de uma revisão bibliográfica, a fim de elucidar o prognóstico destes pacientes. O polimorfismo do gene CYP2C19 pode resultar, principalmente, na perda ou aumento de função do gene, impedindo o metabolismo de diversos medicamentos, entre ele o Clopidogrel, considerado como a melhor forma de tratamento para pacientes que passaram por complicações devido a agregação plaquetária após intervenções coronarianas percutâneas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-05-04

Como Citar

DOS SANTOS, T. R.; BENTO, I. A.; MOURA, K. K. V. de O.; RIZZO, I. R. da C. INFLUÊNCIA DO POLIMORFISMO CYP2C19 NA TERAPIA DO CLOPIDOGREL. Revista Eletrônica de Farmácia, Goiânia, v. 13, n. 1.1, 2016. Disponível em: https://revistas.ufg.br/REF/article/view/40827. Acesso em: 30 maio. 2024.

Edição

Seção

Suplemento Especial - 10o Congresso Regional de Análises Clínicas do Centro-Oeste (CRACO)