IMPORTÂNCIA DA RESPOSTA GLICÊMICA DOS ALIMENTOS NA QUALIDADE DE VIDA

Autores

  • Daiane Torri Noal Universidade Federal do Pampa
  • Cristiane Casagrande Denardin Universidade Federal do Pampa

DOI:

https://doi.org/10.5216/ref.v12i1.33793

Palavras-chave:

índice glicêmico, qualidade de vida, diabetes melittus, doenças cardiovasculares, síndrome metabólica.

Resumo

O índice glicêmico é uma medida in vivo que correlaciona o impacto da ingestão de carboidratos e suas concentrações de glicose plasmática após esta ingestão. Estudos a cerca dos benefícios do IG iniciaram-se por volta dos anos 70, porém ele ainda é pouco difundido pelas comunidades médicas. O IG pode ser afetado por vários fatores tanto intrínsecos quanto extrínsecos, cabendo ressaltar a estrutura, forma de processamento, teor de fibras e amido resistente. Além disso, o IG é uma ferramenta que pode auxiliar no controle e prevenção de diversas patologias como diabetes melittus, doenças cardiovasculares e síndrome metabólica; portanto sua aplicação é bastante justificável, embora seu uso não seja tão difundido pela variedade de implicações que podem alterar os seus valores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daiane Torri Noal, Universidade Federal do Pampa

Curso de Farmácia

Cristiane Casagrande Denardin, Universidade Federal do Pampa

Curso de Farmácia Mestrado em Ciência e Tecnologia dos Alimentos Doutorado em Bioquímica

Downloads

Publicado

2015-05-18

Como Citar

NOAL, D. T.; DENARDIN, C. C. IMPORTÂNCIA DA RESPOSTA GLICÊMICA DOS ALIMENTOS NA QUALIDADE DE VIDA. Revista Eletrônica de Farmácia, Goiânia, v. 12, n. 1, p. 60–78, 2015. DOI: 10.5216/ref.v12i1.33793. Disponível em: https://revistas.ufg.br/REF/article/view/33793. Acesso em: 20 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos Originais