O USO RACIONAL DE MEDICAMENTOS NO BRASIL DENTRO DA ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA BRASILEIRA E SUAS IMPLICAÇÕES NO PRESENTE

Autores

  • Luciano Henrique Pinto Universidade da Região de Joinville - UNIIVILLE
  • Luana Soares Schulter
  • Rafaela Sierth
  • Heloisa Biff
  • Lineu Del Ciampo
  • Gilmar Sidnei Erzinger

DOI:

https://doi.org/10.5216/ref.v12i1.33304

Palavras-chave:

“uso racional de medicamentos”, “política de medicamentos”, “assistência farmacêutica”, “medicalização da saúde”,

Resumo

O Uso Racional de Medicamentos (URM) assume importância fundamental na orientação de práticas profissionais dentro do Sistema Único de Saúde (SUS). Dentro os entraves históricos registra-se a Reforma Universitária de 1968, que tencionou para a adoção de um modelo biomédico de atenção a saúde, ocasionando a supressão da disciplina de terapêutica e alguns conteúdos de farmacologia dos cursos de medicina e farmácia. Esta ação deixou os alunos e futuros profissionais reféns dos representantes de laboratórios farmacêuticos multinacionais que aqui se instalavam. Este cenário solidificou a cultura da medicamentalização da saúde, sendo contrário aos ideais defendidos pela reforma sanitária brasileira, em meados da década de 1970. Este trabalho visa discutira a questão atual sobre o URM, apontando os atuais entraves e suas possíveis origens destes, para assim redimensionar a discussão acerca da implementação do URM e da Assistência Farmacêutica (AF) no Brasil, na perspectiva de se promover um melhor entendimento sobre os temas e possibilitar reflexões.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciano Henrique Pinto, Universidade da Região de Joinville - UNIIVILLE

Mestre em Saúde e Meio Ambiente (2012) pela Universidade da Região de Joinville - UNIVILLE - SC , Especialista em Farmacologia (2005) pela Universidade Federal de Lavras - UFLA MG, Graduado em Farmácia (2003), pela Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP - MG. Atualmente exerce atividades como Professor na UNIVILLE, lecionado disciplinas de Química Farmacêutica e Desenvolvimento de Pesquisa em Farmácia. Trabalha com pesquisa na área de Ecotoxicologia de Ambientes Aquáticos e análise e desenvolvimento de Processos Oxidativos Avançados para descontaminação de resíduos de medicamentos presentes em águas.

Downloads

Publicado

2015-05-18

Como Citar

PINTO, L. H.; SCHULTER, L. S.; SIERTH, R.; BIFF, H.; CIAMPO, L. D.; ERZINGER, G. S. O USO RACIONAL DE MEDICAMENTOS NO BRASIL DENTRO DA ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA BRASILEIRA E SUAS IMPLICAÇÕES NO PRESENTE. Revista Eletrônica de Farmácia, Goiânia, v. 12, n. 1, p. 27–43, 2015. DOI: 10.5216/ref.v12i1.33304. Disponível em: https://revistas.ufg.br/REF/article/view/33304. Acesso em: 21 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos Originais