CONSUMO ALIMENTAR, PESO CORPORAL E PERFIL BIOQUÍMICO DE RATOS TRATADOS COM DIFERENTES TIPOS DE ADOÇANTES

Autores

  • Sandra Soares Melo Universidade do Vale do Itajaí
  • Camile Cecconi Cechinel Acadêmica do Curso de Nutrição da Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI)/SC
  • Bruno Hoeltgebaum Gern Técnico do Laboratório de Nutrição Experimental da Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI)/SC; Bacharel em Ciências Biológicas com ênfase em Biotecnologia – Universidade do Vale do Itajaí.
  • Francesca Paula Kunz Acadêmica do Curso de Nutrição da Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI)/SC
  • Gabriela Dors Wilke Acadêmica do Curso de Nutrição da Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI)/SC
  • Jocilene Demétrio Jurcevic Acadêmica do Curso de Nutrição da Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI)/SC

DOI:

https://doi.org/10.5216/ref.v13i1.33229

Palavras-chave:

adoçantes, peso corporal, perfil lipídico.

Resumo

Objetivou-se avaliar os efeitos do uso de diferentes tipos de adoçantes sobre o peso corporal, consumo alimentar e perfil bioquímico de ratos. Material e Métodos: Foram estudados 42 ratos Wistar, distribuídos em Grupos: – Controle (C); Estévia (ES); Sucralose (SU); Aspartame (AS); Ciclamato/Sacarina (CS); Extrato de Agave (EA). Durante 28 dias foram registrados: consumo alimentar, hídrico, peso corporal, excreção urinária e fecal. O sangue foi utilizado para determinar o perfil bioquímico. Resultados: O Grupo CS apresentou menor média de consumo alimentar em relação ao ES. Os Grupos CS e EA apresentaram menores concentrações de triglicerídeos quando comparados a C e ES. Todos os Grupos, exceto ES apresentaram menores concentrações de colesterol total comparados ao Grupo C. Todos apresentaram concentrações de HDL–colesterol menores em relação ao C. Os Grupos AS, CS e EA exibiram menores concentrações de creatinina comparado ao C e SU. Conclusão: ES proporcionou maior consumo alimentar e concentrações de creatinina, e concentrações reduzidas de HDL-c, entretanto, apresentou menor sobrecarga hepática em relação ao adoçante extrato de agave.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sandra Soares Melo, Universidade do Vale do Itajaí

Formada em Nutrição pela Universidade Federal de Santa catarina. Realizou mestrado (1998) e doutorado (2003) em Ciência dos Alimentos pela Universidade de São Paulo. É docente do Curso de Graduação em Nutrição da Universidade do Vale do Itajaí, desde 1998. É resposnsável pelo Laboratório de Nutrição Experimental da UNIVALI e trabalha com nutrientes/compostos bioativos e plantas medicinais e seus efeitos in vivo. É lider do Grupo de Investigação em Ciência dos Alimentos e Genômica Nutricional/CNPq. Atua na pós-graduação como professora dos Cursos de Especialização em Nutrição Clínica e Nutrição Pediátrica e Escolar da Universidade Estácio de Sá. Revisora dos Periódicos: Revista de Nutrição/Brazilian Journal of Nutrition; Revista de Ciência e Tecnologia de Alimentos/ Food Science and Technology e Revista Hansenologia Internationalis. Tem experiência na área de Nutrição, com ênfase em Ciência dos Alimentos, Nutrição Experimental e Genômica Nutricional.

Camile Cecconi Cechinel, Acadêmica do Curso de Nutrição da Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI)/SC

cadêmica do Curso de Nutrição da Universidade do Vale do Itajaí - UNIVALI. Foi bolsista do Programa PROBIC UNIVALI (2011/2012; 2012/-2013), exercendo pesquisa no Laboratório de Nutrição Experimental - LANEX , onde também atuou como monitora voluntária (2011-2013). Atuou como voluntária no Ambulatório de Doenças Inflamatórias Intestinais na UNIVALI (2013). Participou do Projeto de Extensão no Hospital Universitário Pequeno Anjo (2012 e 2014) e do Projeto de Extensão Programa de Assistência Interdisciplinar a Mulheres com Síndrome de Fibromialgia (2014), desenvolveu atividades no GESTAVIDA Univali - Curso para gestantes (2013/2014), e é integrante do Coral Univali (2011/2014)

Downloads

Publicado

31-03-2016

Como Citar

Melo, S. S., Cechinel, C. C., Gern, B. H., Kunz, F. P., Wilke, G. D., & Jurcevic, J. D. (2016). CONSUMO ALIMENTAR, PESO CORPORAL E PERFIL BIOQUÍMICO DE RATOS TRATADOS COM DIFERENTES TIPOS DE ADOÇANTES. Revista Eletrônica De Farmácia, 13(1), 28–36. https://doi.org/10.5216/ref.v13i1.33229

Edição

Seção

Áreas Afins