ALTERAÇÕES MORFOMÉTRICAS NO TIMO, BAÇO E PLACAS DE PEYER DURANTE A EXPOSIÇÃO PRÉ E PÓS-NATAL AO ÁLCOOL

Autores

  • Renata Kelly de Araújo Veiga

DOI:

https://doi.org/10.5216/ref.v4i1.2119

Resumo

O alcoolismo materno em seres humanos e animais de laboratório tem sido implicado no desenvolvimento de distúrbios imunológicos em recém-nascidos. O apresente estudo foi realizado a fim de analisar, através de métodos histomorfométricos, os efeitos da ingestão crônica de etanol em ratos pré e pos-natal em tecidos provenientes do timo, fígado e placas de Peyer de recém-nascidos. O modelo experimental utilizou ratos Wistar machos, cujas mães receberam o etanol (3g/Kg do peso de corpo) da gestação ao desmame (40 dias). O grupo controle (GC) e grupo etanol (GE) receberam dieta comercial normal. As preparações histológicas dos tecidos foram coradas com Hematoxilina-eosina eTricômico de Masson para o estudo morfológico e histoquímico. A análise morfométrica foi realizada através do software OPITMASTM 6.1. Os resultados obtidos não demonstraram diferenças significativas nas contagens do leucócitos periféricos e nos pesos corporais entre os grupos estudados. Os filhotes do GE exibiram um aumento significativo no número total, bem como na área e volume do folículo linfóide no baço. No timo, não houve uma redução significativa dos corpúsculos de Hassall entre o GE e GC. No grupo etanol foi observado uma infiltração de colágeno intersticial e adipócitos nos lóbulos do timo. As placas de Peyer apresentaram uma redução significativa no número total de placas e de folículos linfóides. Entretanto, nenhuma alteração foi observada na área ou no volume de ambas as estruturas quando comparadas ao grupo de controle. Os resultados sugerem que o alcoolismo maternal durante os períodos pré e pot-natal contribui com alterações histológicas importantes nos órgãos linfóides dos animais descendentes. 10.5216/ref.v4i1.2119

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

24-10-2007

Como Citar

Veiga, R. K. de A. (2007). ALTERAÇÕES MORFOMÉTRICAS NO TIMO, BAÇO E PLACAS DE PEYER DURANTE A EXPOSIÇÃO PRÉ E PÓS-NATAL AO ÁLCOOL. Revista Eletrônica De Farmácia, 4(1). https://doi.org/10.5216/ref.v4i1.2119

Edição

Seção

Artigos Originais