CLASSIFICAÇÃO E RISCOS ASSOCIADOS AOS RESÍDUOS QUÍMICO – FARMACÊUTICOS.

Autores

  • Eric de S. Gil Faculdade de Farmácia – Universidade para o Desenvolvimento do Estado e da Região do Pantanal (Uniderp)

DOI:

https://doi.org/10.5216/ref.v2i2.1953

Resumo

Os riscos ambientais decorrentes da produção de resíduos têm aumentado com o progresso tecnológico, bem como com o aumento populacional. Destacam-se neste contexto, os riscos potenciais decorrentes da rotina de indústrias químico-farmacêuticas, bem como de laboratórios de ensino e pesquisa associados. Por esta razão, vários projetos visando a otimização de resíduos industriais e/ou laboratoriais vêm sendo propostas. A presente revisão apresenta alguns dos principais problemas relacionados ao manejo inadequado deste grupo de resíduos, provenientes de indústrias, instituições de pesquisa e ensino, entre outros geradores de resíduos (GR) potenciais. Apresentando para diferentes tipos de geradores de resíduos alguns dos principais riscos ocupacionais e ambientais. 10.5216/ref.v2i2.1953

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-10-19

Como Citar

GIL, E. de S. CLASSIFICAÇÃO E RISCOS ASSOCIADOS AOS RESÍDUOS QUÍMICO – FARMACÊUTICOS. Revista Eletrônica de Farmácia, Goiânia, v. 2, n. 2, 2007. DOI: 10.5216/ref.v2i2.1953. Disponível em: https://revistas.ufg.br/REF/article/view/1953. Acesso em: 28 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos Originais