ANÁLISE FARMACOGNÓSTICA DO PÓ E AVALIAÇÃO DO EFEITO DO EXTRATO ETANÓLICO DAS FLORES DA Calendula officinalis L. CULTIVADAS NO BRASIL NO SISTEMA IMUNOLÓGICO

Autores

  • l. M. l. Parente Acadêmica do curso de Mestrado em Biologia do Instituto de Ciências Biológicas – UFG. Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.5216/ref.v1i2.1749

Resumo

Calendula officinalis L. (Asteraceae) é uma herbácea anual originada da área do Mediterrâneo e adaptada ao Brasil. Muitos fatores relacionados ao cultivo podem afetar de diferentes de forma qualidade e quantidade dos princípios ativos produzidos pela planta. Nesse trabalho, foi realizada uma avaliação farmacognóstica das flores da C. officinalis do Brasil (Paraná) como controle de qualidade do material botânico. A planta, conhecida há muito tempo, apresenta atividades antiinflamatórias e cicatrizante, entre outras, e está presente em muitas formulações terapêuticas comercializadas. Nesse trabalho, foi obtido um extrato etanólico das flores da C. officinalis (EEC) cultivadas no Brasil e realizou-se uma avaliação do efeito do EEC no sistema imunológico, verificando se o extrato obtido também apresentaria atividade imunomoduladora relatada para frações isoladas da planta cultivada na Europa e Ásia. 10.5216/ref.v1i2.1749

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-10-19

Como Citar

PARENTE, l. M. l. ANÁLISE FARMACOGNÓSTICA DO PÓ E AVALIAÇÃO DO EFEITO DO EXTRATO ETANÓLICO DAS FLORES DA Calendula officinalis L. CULTIVADAS NO BRASIL NO SISTEMA IMUNOLÓGICO. Revista Eletrônica de Farmácia, Goiânia, v. 1, n. 2, 2007. DOI: 10.5216/ref.v1i2.1749. Disponível em: https://revistas.ufg.br/REF/article/view/1749. Acesso em: 28 jan. 2023.

Edição

Seção

Artigos Originais