Política e Espetáculo: O Papel do Rádio nas Eleições de Uberlândia em 1958 DOI10.5216/o.v5i1.9278

  • Regma Maria dos Santos UFG - Universidade Federal de Goiás - Campus Catalão

Resumo

Pretendemos, neste texto, construir algumas reflexões sobre a relação entre os aparatos técnicos da modernidade, em especial o rádio, e a formação de personagens políticos, como o candidato a prefeito, na cidade de Uberlândia, em 1958, Geraldo Ladeira. Interessa-nos compreender o discurso desse candidato, mediado pelo rádio e pela prática política por ele implementada em seu governo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Regma Maria dos Santos, UFG - Universidade Federal de Goiás - Campus Catalão
Professora Adjunta do Curso de História da UFG em Catalão. Coordenadora do NIESC- Núcleo Interdisciplinar de Pesquisas e Estudos Culturais. Organizadora do livro Brevidades – Crônicas de Lycídio Paes editado pela EDUC/Oficina de Livro de São Paulo e autora do livro Memórias de um plumitivo, publicado pela Editora Aspecctus/FUNAPE, 2005.
Publicado
27-03-2010
Como Citar
Santos, R. (2010). Política e Espetáculo: O Papel do Rádio nas Eleições de Uberlândia em 1958 DOI10.5216/o.v5i1.9278. OPSIS, 5(1), 42-62. https://doi.org/10.5216/o.v5i1.9278
Seção
Dossiê Comunicação e Cultura