Estudos de gênero e cultura do estupro: debates contemporâneos para a formação docente

  • Ana Carolina Eiras Coelho Soares UFG
  • Neide Célia Ferreira Barros Mestra em História. Professora da rede municipal de educação de Goiás.

Resumo

O presente trabalho aborda as reflexões sobre a oficina ministrada no LEHIS em 2016 a respeito da importância de uma educação que trabalhe as questões de gênero no ambiente escolar e em como isso pode auxiliar na diminuição das violências e desigualdades sobre as mulheres e as minorias sociais em nosso cotidiano. Dentro do contexto histórico contemporâneo de retrocessos sociais, buscou-se compreender as naturalizações que perpetuam uma cultura do estupro em nossa sociedade e quais as contribuições dos estudos de gênero para uma sociedade mais justa e igualitária.

Palavras-chave: Cultura do Estupro; Educação; Relações de gênero.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Carolina Eiras Coelho Soares, UFG
Bolsista Pós-Doc do PPGAS/UNB FAPEG/CAPES, Prof.ª Adjunta do Programa de Pós-Graduação em História/Faculdade de História da Universidade Federal de Goiás; Coordenadora do GT regional de Gênero - Seção Goiás e Coordenadora do Grupo de Estudos e Pesquisas em Gênero/FH-UFG/CNPq.
Neide Célia Ferreira Barros, Mestra em História. Professora da rede municipal de educação de Goiás.

Mestra em His´tória. Professora de História da Secretaria Municipal de Educação de Goiânia-GO, membra do GEPEG/FH-UFG/CNPq. 

Publicado
01-10-2020
Como Citar
Soares, A. C. E. C., & Ferreira Barros, N. C. (2020). Estudos de gênero e cultura do estupro: debates contemporâneos para a formação docente . OPSIS, 20(1), 1-13. https://doi.org/10.5216/o.v20i1.64372
Seção
Artigos