O Congo e a Estrela

O Centenário da Festa do Rosário de Estrela do Indaiá-MG (1920-2020)

Autores

  • Gilberto Cézar de Noronha Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Uberlândia, Minas Gerais, Brasil, noronha.gilberto@bol.com.br https://orcid.org/0000-0002-9985-2697

DOI:

https://doi.org/10.5216/o.v21i2.63048

Resumo

O artigo aborda as tradições da Congada desde as comemorações do centenário da festa de Nossa Senhora do Rosário, São Benedito e Santa Efigênia de Estrela do Indaiá, oeste de Minas Gerais (1920-2020). As narrativas estabelecidas sobre a festa do Rosário são analisadas considerando-se os aspectos mais amplos desta festividade em outras tantas congadas e reinados de Minas Gerais e do Brasil. Apoia-se em pesquisa bibliográfica e em fontes documentais diversas produzidas pela Paróquia de São Sebastião e pela Associação da Congada de Nossa Senhora do Rosário da Paróquia de São Sebastião, de Estrela do Indaiá-MG, bem como em depoimentos orais coletadas pela Comissão do Centenário da Festa do Rosário de Estrela do Indaiá. Analisa-se a história desta festa popular de origem africana em suas intensas relações com a Igreja Católica. Neste sentido, a busca da compreensão da história e da memória da centenária festa do Congado de Estrela do Indaiá pressupõe interrogar as tradições populares e a historiografia local, engajadas em desvendar como a festa do Rosário de Estrela do Indaiá teria surgido e em que condições a congada completa seu centenário.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gilberto Cézar de Noronha, Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Uberlândia, Minas Gerais, Brasil, noronha.gilberto@bol.com.br

Professor Adjunto da Universidade Federal de Uberlândia. Doutor em História Social pela Universidade Federal de Uberlândia. Autor de Joaquina do Pompéu: Tramas de memórias e historias (EDUFU, 2007)

Downloads

Publicado

2021-05-15

Como Citar

NORONHA, G. C. de. O Congo e a Estrela: O Centenário da Festa do Rosário de Estrela do Indaiá-MG (1920-2020). OPSIS, Goiânia, v. 20, n. 2, p. 1–13, 2021. DOI: 10.5216/o.v21i2.63048. Disponível em: https://revistas.ufg.br/Opsis/article/view/63048. Acesso em: 22 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos