APRENDIZAGEM HISTÓRICA: MEMÓRIA, CULTURA E SENSIBILIDADES NO OLHAR DE UMA HISTORIADORA NO MUSEU

Autores

  • Julia Silveira Matos Universidade Federal do Rio Grande -FURG

DOI:

https://doi.org/10.5216/o.v19i1.54120

Palavras-chave:

Museus, Ensino de História, História Cultural das Sensibilidades

Resumo

No presente texto, almejo discutir para além desses que envolvem os processos e cenários de ensino-aprendizagem contemporâneos, sem, no entanto, perder-los de foco. Nossa proposta visa explorar o ensino, as aprendizagens, a memória e o regime de tempo através da perspectiva da experiência da própria autora no espaço museológico. Sem desfocar no debate do papel que as experiências com o passado tem nas aprendizagens significativas, no presente texto bucamos extrapolar o debate do ensino de História formal. Entretanto, antes que se possa pensar nos possíveis debates sobre o Museu e seus acervos enquanto conjuntos de objetos patrimonializados, já alerto que não visamos uma abordagem pela Educação Patrimonial, pois o foco será pensar dois Museus especificamente enquanto exemplos de espaços de aprendizagem histórica a partir de uma abordagem da História das sensibilidades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Julia Silveira Matos, Universidade Federal do Rio Grande -FURG

Professora Associada II, Coordenadora do Programa de Pós-graduação em História da FURG, atualmente desenvolve trabalho de pesquisa em História da Educação e Ensino de História junto ao grupo de pesquisa coordenado pela profa. Dra. Giana Lange do Amaral.

Referências

ALMEIRA, Pilar & MARTINEZ, Albertina Mitjáns. As pesquisas sobre aprendizagem em museus: uma análise sob a ótica dos estudos da subjetividade na perspectiva histórico-cultural. Ciênc. Educ., Bauru, v. 20, n. 3, p. 721-737, 2014.

BIZERRA, A. F.; MARANDINO, M. A concepção de aprendizagem nas pesquisas em educação em museus. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, 7., 2009, Florianópolis. Anais... Disponível em: <http://posgrad.fae.ufmg.br/posgrad/viienpec/pdfs/541.pdf >. Acesso em: 17 jul. 2014.

BLOCH, Marc. A história, os homens e o tempo. In: Apologia da História ou O ofício do Historiador. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed. 2001, pp. 51-68.

CAETANO, José Carlos Gonçalves. O museu histórico como um espaço de ensino e aprendizagem para a história: o museu Ernesto Bertoldi como proposta. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE MUSEOLOGIA, 2., 2012, Maringá. Anais... Maringá, 2012. p. 1-10.

CERRI, Luis Fernando. Diddática da Historia: uma leitura teórica sobre a História na prática. Revista de História Regional 15(2): 264-278, Inverno, 2010.

EIZIRIK, Mariza Faermann. Educação e Escola: a aventura institucional. Porto Alegre, Agê, 2001.

ERTZOGUE, Marina Haizenreder. & PARENTE, Temis Gomes. (Orgs.) História e sensibilidade. Brasília: Paralelo 15, 2006.

FONSECA, Selva Guimarães & SILVA, Marcos. Ensinar História no século XXI: Em busca do tempo entendido. Campinas/SP, 2007.

PEREIRA, Junia Sales. Aprendizagem do ensino de História em museus. X JORNADAS NACIONALES Y I INTERNACIONAL DE ENSEÑANZA DE LA HISTORIA (APEHUN), 2008. Universidade Nacional de Río Cuarto, 2008. p. 1-12.

PESAVENTO, Sandra Jatahy. História & História Cultural. Belo Horizonte: Autêntica, 2003.

RAMOS, FRANCISCO RÉGIS LOPES. A DANAÇÃO DO OBJETO: O MUSEU NO ENSINO DE HISTÓRIA. CHAPECÓ: ARGOS, 2004.

RAMOS, Márcia Elisa Teté. O Pibid de História (ensino médio) na Universidade Estadual de Londrina: por uma literacia histórica. In: SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA, 27., 2013, Natal.Anais... Natal, 2013, p. 1-17.

RICOEUR, Paul. A Memória, a história, o esquecimento. Campinas: Unicamp, 2007.

RÜSEN, Jörn. Razão Histórica: teoria da história: fundamentos da ciência histórica. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2010.

RÜSEN, Jörn. Teoria da História: Uma teoria da história como ciência. Curitiba: W. A. Editores, 2015.

SILVA, Patrícia Rodrigues da. O Museu no Ensino De História: buscando novas possibilidades Cad. Pesq. Cdhis, Uberlândia, v.23, n.2, jul./dez. 2010.

VELOZO, Mônica Pimenta. Sensibilidades sociais e história de vida. Fênix – Revista de História e Estudos Culturais Julho/ Agosto/ Setembro de 2009 Vol. 6 Ano VI nº 3. Disponível em: www.revistafenix.pro.br

Downloads

Publicado

2019-10-08

Como Citar

MATOS, J. S. APRENDIZAGEM HISTÓRICA: MEMÓRIA, CULTURA E SENSIBILIDADES NO OLHAR DE UMA HISTORIADORA NO MUSEU. OPSIS, Goiânia, v. 19, n. 1, p. 1–17, 2019. DOI: 10.5216/o.v19i1.54120. Disponível em: https://revistas.ufg.br/Opsis/article/view/54120. Acesso em: 8 ago. 2022.

Edição

Seção

Cultura, Patrimônio, Memória: reflexões teóricas e metodológicas na História