Experiências de liberdade: estratégias de senhores e escravos nos anos finais da escravidão – Jataí, 1871-1888 DOI 10.5216/o.v13i2.23410

Autores

  • Murilo Borges Silva Universidade Federal de Goiás - Campus Jataí, Jataí, Goiás

DOI:

https://doi.org/10.5216/o.v13i2.23410

Palavras-chave:

Escravidão, estratégias, liberdade.

Resumo

Este estudo procura analisar os anos finais da escravidão em Jataí com o intuito de perceber as diferentes perspectivas de senhores e escravos com o processo da abolição. Nesse sentido, a partir do diálogo entre documentos como: registros de compra e venda de escravos, cartas de liberdade, inventários e processos crimes, foi possível demonstrar as tensões e conflitos entre senhores e escravos que estiveram acirradas especialmente nas décadas de 70 e 80 do século XIX. Nessa perspectiva, vislumbra-se as estratégias dos cativos para confrontar a escravidão e tornarem-se livres, bem como, as táticas desenvolvidas por senhores para burlarem a perda do seu poder moral e tornar o processo abolicionista lento e gradual.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Murilo Borges Silva, Universidade Federal de Goiás - Campus Jataí, Jataí, Goiás

Professor do Curso de História da UFG-Campus Jataí.

Downloads

Publicado

2014-02-16

Como Citar

SILVA, M. B. Experiências de liberdade: estratégias de senhores e escravos nos anos finais da escravidão – Jataí, 1871-1888 DOI 10.5216/o.v13i2.23410. OPSIS, Goiânia, v. 13, n. 2, p. 328–347, 2014. DOI: 10.5216/o.v13i2.23410. Disponível em: https://revistas.ufg.br/Opsis/article/view/23410. Acesso em: 24 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos