A percussão típica brasileira na obra Variações Rítmicas Opus 15 de Marlos Nobre

Rodolfo Vilaggio Arilho e Fernando Augusto de Almeida Hashimoto

Resumo


Este artigo aborda os instrumentos de percussão tipicamente brasileiros utilizados por Marlos Nobre em sua
obra Variações Rítmicas para piano e seis percussionistas, composta em 1963. Essa pode ser considerada a primeira
peça de repercussão no cenário brasileiro para esta formação. Nobre mescla os instrumentos da percussão popular
como cuíca aguda, chocalho de metal, afoxé, reco-reco, agogô, pandeiro, tamborim e três atabaques, com uma obra
que tem características eruditas, dodecafônicas e seriais.

Palavras-chave: Instrumentos de percussão; Marlos Nobre; Variações Rítmicas; Percussão brasileira.

Texto completo:

PDF HTML


DOI: http://dx.doi.org/10.5216/mh.v16i2.45311

Logotipo do IBICT
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.revistas.ufg.br
Visitantes: contador de visitas