Abordagens de estudo e performance da obra Responsório ao Vento para violoncelo solo de Silvio Ferraz

Kalyne Teles Valente, Fabio Soren Presgrave e Silvio Ferraz de Mello Filho

Resumo


Com uma produção bastante relevante voltada ao repertório do violoncelo, Silvio Ferraz compôs, em 2012,
a peça Segundo Responsório para violoncelo solista e grupo de câmara que, em seguida, originou Responsório ao Vento,
versão para violoncelo solo. A peça caracteriza-se pela ideia de continuidade constante do som que se transforma
através de diferentes texturas, timbres, dinâmicas e gestos musicais fazendo uso de técnicas estendidas, incluindo
grandes seções em sul tasto tocando em três cordas simultaneamente, trinados de harmônicos naturais, trinados com
harmônicos naturais abafados, col legno battuto, diferentes tipos de glissando e sons simultâneos de notas harmônicas
e não harmônicas que contribuem para uma riqueza de sons e camadas que formam essas texturas. O presente
artigo investiga a relação do compositor com o violoncelo e contextualiza Responsório ao Vento dentro da produção
de Silvio Ferraz para o instrumento, analisando as influências do compositor e abordando aspectos técnicos e interpretativos
da peça a partir de experiências de palco.

Palavras-chave: Violoncelo Solo; Performance da música contemporânea; Silvio Ferraz.

Texto completo:

PDF HTML


DOI: http://dx.doi.org/10.5216/mh.v16i2.45213

Logotipo do IBICT
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.revistas.ufg.br
Visitantes: contador de visitas