O TEMA DA TRADIÇÃO COMO TRAÇO DA ORIGINALIDADE DE MIA COUTO

Cláudia de Rodrigues BORBA, Marcelo SPALDING

Resumo


O presente artigo busca analisar o livro Estórias Abensonhadas, escrito pelo renomado autor e biólogo moçambicano Mia Couto, nascido em 1955 na Beira, também conhecido pela sua autoria dos títulos O outro pé da sereia e Terra Sonâmbula. A obra em análise tem como foco a tradição regional africana, mais especificamente de Moçambique, como uma forma de originalidade da obra na literatura contemporânea. Cada conto da obra possui marcas de tradição consideráveis à compreensão da história e da literatura. Portanto, a análise é embasada no contexto histórico pós-guerra civil de Moçambique, bem como nos elementos estruturais da narrativa, como a linguagem, o foco narrativo, o espaço, o tempo e principalmente a construção dos personagens que envolvem todos os contos que compõem o livro. 


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5216/lep.v20i2.45823



 

ISSN versão online 2358-1042



Indexações e Bases Bibliográficas

              


   


            

 

   


Associada à ABEC

 

 

 

Creative Commons LicenseEsta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.revistas.ufg.br