INFECÇÃO NATURAL POR CRYPTOSPORIDIUM SPP. EM ANIMAIS DE PRODUÇÃO: PRIMEIRA DESCRIÇÃO DO SUBTIPO IIA15G2R1 EM CABRITOS E LEITÕES NO BRASIL

Willian Marinho Dourado Coelho, Giovanni Widmer, Fernando Paes de Oliveira, Alessandro Francisco Talamini do Amarante, Katia Denise Saraiva Bresciani

Resumo


A criptosporidiose é uma doença entérica grave, com manifestação clínica variada e eventual mortalidade, especialmente em animais jovens. Este estudo objetivou realizar a detecção molecular e a subtipagem de Cryptosporidium spp. em cabritos, bezerros, cordeiros, leitões e
potros que compartilhem o mesmo ambiente. Amostras fecais foram coletadas diretamente do reto de 192 cabritos, 184 bezerros, 44 cordeiros, 47 leitões e 26 potros com até 12 meses de idade, machos e fêmeas, de raças diferentes, provenientes dos estados de Goiás, Mato Grosso
do Sul, Minas Gerais e São Paulo. A reação em cadeia da polimerase (PCR) foi realizada para a amplificação dos fragmentos do gene da subunidade 18S rRNA e do gene da glicoproteína GP60.
Amplificação positiva para Cryptosporidium foi identificada em 16,7% (32/192) dos cabritos, 6,5% (12/184) dos bezerros e 2,1% (1/47) dos leitões. O sequenciamento dos produtos obtidos com o gene 18S rRNA identificou todas as amostras de cabritos como C. parvum. Entre os
bezerros, as espécies identificadas foram C. parvum em 41,7% (12/05), C. andersoni em 16,7% (12/02), C. ryanae em 16,7% (12/02) e C. bovis em 25% (3/12). Para todas as amostras analisadas com o gene GP60, C. parvum subtipo IIaA15G2R1 foi encontrado em cabritos, bezerros e leitões
que compartilhavam o mesmo ambiente. Esta é a primeira descrição da identificação molecular e subtipagem de Cryptosporidium em cabritos e leitões no Brasil. Concluímos que espécies de Cryptosporidium envolvidas nas infecções entéricas de animais de fazenda no Brasil podem causar infecções zoonóticas em outros animais, incluindo os seres humanos.


Palavras-chave


Criptosporidiose; Cryptosporidium parvum; Cryptosporidium ryanae; subgenótipos; zoonose.

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5216/rpt.v45i4.44639

Logotipo do IBICT
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.revistas.ufg.br/index.php/iptsp


Visitantes: contador de visitas