BACTEREMIA POR STAPHYLOCOCCUS AUREUS EM UM HOSPITAL ESCOLA DO CENTRO OESTE DO BRASIL

Ariana Rocha Romão, Marta Antunes de Souza, Vinícius Guilarde Ancelmo, Marília Dalva Turchi, Adriana Oliveira Guilarde

Resumo


Bacteremia por Staphylococcus aureus compreende uma infecção frequente e potencialmente grave. A resistência à meticilina representa um dos fatores aventados como preditor de letalidade. O objetivo do estudo é avaliar o perfil epidemiológico das bacteremias por S. aureus em hospital de ensino. Foi observada incidência de 5,1 casos de bacteremia por 1.000 admissões. A incidência de S. aureus meticilina resistente (MRSA) foi de 31,3% (intervalo de confiança 95% (IC) 24,5- 39,1). Houve uma melhora significativa da suscetibilidade à meticilina em relação ao observado uma década antes, onde a incidência de bacteremia por MRSA era de 55,0% (IC95% 45,2-64,3).
A letalidade global foi de 29,3% e bacteremia por MRSA não foi fator de risco para o óbito.


Palavras-chave


Bacteremia; Staphylococcus aureus.

Texto completo:

PDF (English) PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5216/rpt.v45i4.44611

Logotipo do IBICT
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.revistas.ufg.br/index.php/iptsp


Visitantes: contador de visitas